Portal do Governo Brasileiro
Menu

SERVIÇO: Cartão magnético é uma das opções para receber pagamento

18/04/2008 09:44

Sistema é seguro e bloqueia saque após 60 dias sem retirada

Da Redação (Brasília) – O segurado que recebe seu benefício com cartão magnético deve ficar atento às recomendações e informações prestadas pelo funcionário do banco. O cartão magnético é um sistema seguro, moderno e que facilita o saque do benefício, mas requer atenção do usuário, como não fornecer a senha a terceiros.

É importante, também, não deixar que estranhos examinem o cartão sob qualquer pretexto, pois pode haver troca sem que se perceba, e não anotar a senha em papéis ou rascunhos. Ao escolher a senha, não utilize números previsíveis, como data de nascimento, número de telefone residencial, placa de automóvel. Em caso de dúvida na operação do caixa eletrônico, o segurado deve se dirigir a um funcionário do estabelecimento bancário e nunca aceitar ajuda de pessoas não autorizadas.

Caso o benefício não seja sacado no período de 60 dias, o pagamento é suspenso. Para retomar o benefício, o segurado precisa voltar à Agência da Previdência Social em que ele foi concedido. Esse procedimento de bloqueio é para evitar pagamento indevido.

A modalidade de pagamento com cartão magnético não é conta corrente. Portanto, o usuário não paga tarifas e também não tem direito a cheque.

O sistema é optativo e deve ser escolhido no momento em que o benefício é requerido. Há três formas de recebimento: por cartão magnético, depósito em conta corrente e Pagamento Alternativo de Benefício (PAB), que é por meio de ordem de pagamento.

Roubo ou perda - Em caso de assalto, furto, roubo ou perda do cartão magnético, o segurado deve comunicar imediatamente à central de atendimento do banco, solicitando o seu cancelamento. Recomenda-se, também, o registro da ocorrência na delegacia mais próxima de onde o fato ocorreu, em caso de assalto, roubo ou furto.

É aconselhável que o beneficiário use, sempre que possível, terminais instalados em locais de grande movimentação, como shoppings, lojas de conveniência e postos de gasolina.

Informações para a Imprensa
Marcos Nunes
(61) 3317-5113
ACS/MPS