PR: Nove agências do INSS no Paraná seguem feriados municipais

Publicado: 20/01/2016 09:52
Última modificação: 20/01/2016 09:52

Fecham as Unidades de Jacarezinho, Andirá, Paranavaí, Astorga, Palotina, Fazenda Rio Grande, Apucarana, Rolândia e Pitanga

De Curitiba (PR) – Nove Agências da Previdência Social (APS) no Paraná seguem feriados municipais, a começar pelas unidades de Jacarezinho, Andirá, Paranavaí e Astorga, que estão fchadas hoje (20) em razão das homenagens dedicadas ao padroeiro dos municípios, São Sebastião. No dia 22 (sexta-feira), a APS Palotina também comemora o dia do padroeiro da localidade, que é São Vicente Palotti.

Já na terça-feira da próxima semana, dia 26, será a vez da Agência de Fazenda Rio Grande, que comemora o aniversário de 26 anos de fundação da cidade. Já no dia 28 (quinta-feira), não haverá atendimento nas APS Apucarana, Rolândia e Pitanga, que festejam respectivamente, os aniversários de 72 do primeiro e 73 anos dos dois últimos municípios.

Não podendo contar com o atendimento presencial em sua cidade, o segurado tem a opção de recorrer aos canais remotos da Previdência Social (a Central 135 e a página www.previdencia.gov.br) para realizar agendamento e obter informações e orientações. A Central 135 funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h. Durante o horário de verão nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a Central 135 funciona das 8h às 23h. As chamadas feitas por telefones fixos são gratuitas, e as realizadas por meio de celular seguem a tarifa de ligação local.

Informações para Imprensa:
(41) 3616-9304

ACS/PR

ATENDIMENTO: INSS divulga nota sobre retorno dos peritos médicos ao trabalho

Publicado: 19/01/2016 20:20
Última modificação: 20/01/2016 16:17

Sobre o retorno ao trabalho dos peritos médicos e suas consequências no atendimento médico pericial, o INSS informa:

O retorno dos peritos médicos ao trabalho, prejudicado desde 4 de setembro quando foi deflagrado o movimento grevista, permitirá ao INSS atuar para a regularização do atendimento.

Muitos servidores já retomaram suas atividades, por isso, em boa parte das unidades do Instituto, o atendimento pericial já vem sendo realizado normalmente.

Ao contrário do que diz a associação dos médicos peritos quando se refere ao retorno em “estado de greve”, em que os peritos atenderiam apenas parte da demanda, o INSS esclarece que a regra de priorização do atendimento é definida pelo próprio Instituto e está estabelecida nos seus normativos.

A Central de Atendimento 135 está à disposição para orientar a população e também para realizar os agendamentos e/ou reagendamentos necessários.

Negociações

Em que pese os mais de quatro meses de paralisação e os esforços empreendidos pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, as recusas reiteradas às propostas apresentadas pelo governo e a intransigência da associação dos médicos peritos impossibilitaram que o movimento pudesse ser solucionado na mesa de negociação.

À categoria, foram oferecidas as mesmas condições e reajustes apresentados às demais carreiras com acordos já firmados ao final de 2015. O principal ponto de discordância, e que motivou o não retorno de parte dos peritos à atividade, é a exigência de redução da jornada de trabalho, de 40 horas para 30 horas semanais, sem a correspondente redução da remuneração. O governo já sinalizou com a possibilidade de estudar a implantação da jornada de 30 horas, mas propõe que isso ocorra em um contexto de reestruturação da carreira.

Reposição das atividades não realizadas

A possibilidade de reposição do trabalho não executado em decorrência de movimento de paralisação é assunto tratado na mesa de negociação e consta nos termos dos Acordos de greve. Como os peritos médicos não firmaram Acordo, o INSS, neste momento, não pode falar em estratégia de reposição.  Todos os esforços estarão voltados à normalização do atendimento.

Judicialização

Sensível ao prejuízo que o movimento causa à sociedade, o INSS buscou, desde o início da paralisação, alternativas para garantir o mínimo necessário do efetivo de peritos médicos em atendimento, recorrendo inclusive ao Poder Judiciário.

O STJ, em 25 de novembro, julgou a Associação Nacional dos Médicos Peritos ilegítima para deflagrar o movimento grevista. Assim, desde o dia 26 de novembro, não havendo o reconhecimento da greve, além de terem descontados os dias não trabalhados, os servidores que seguem afastados de suas atividades estão incorrendo em falta não justificada.

Garantia de direitos

Com o objetivo de assegurar os direitos dos segurados, o INSS reafirma que os efeitos financeiros decorrentes dos benefícios concedidos retroagem à primeira data agendada, mesmo que a perícia médica tenha sido remarcada no período de paralisação.

Números

O INSS estima que 1,3 milhão de perícias não tenham sido realizadas desde o início da paralisação. Outras 1,1 milhão de perícias médicas foram atendidas.

De setembro a dezembro, foram concedidos quase 608 mil benefícios por incapacidade das espécies auxílio-doença, aposentadoria por invalidez e Benefício de Prestação Continuada.

O INSS calcula que cerca de 830 mil pedidos de concessão de benefícios, das espécies acima citadas, estejam represados (dado de 15/01/2016).

O Tempo Médio de Espera para o Agendamento da Perícia Médica, na média nacional, passou de 20 dias, antes do início das greves, para os atuais 89 dias,

O Instituto conta hoje com 4.330 servidores peritos médicos (dez/2015), cujo salário inicial para uma jornada de 40 horas é de R$ 11.383,54 chegando a R$ 16.222,88.

SP: Contribuição para a Previdência Social garante direitos do trabalhador

Publicado: 13/01/2016 18:22
Última modificação: 14/01/2016 14:56

Benefícios previdenciários incluem aposentadorias, pensões e auxílios

De São Paulo (SP) – Para ter direito aos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), os cidadãos devem contribuir para a Previdência Social. Qualquer pessoa com mais de 16 anos, exercendo ou não uma atividade remunerada, pode efetuar os recolhimentos e, assim, tornar-se segurada do INSS. Dependendo do tipo de filiação, as contribuições podem ser pagas mensalmente ou de modo acumulado a cada três meses.

O pagamento das contribuições é pré-requisito para receber benefícios destinados ao segurado, como salário-maternidade, auxílio-doença e aposentadoria, e a seus dependentes, como auxílio-reclusão e pensão por morte. Assim, o segurado e sua família têm a renda garantida em situações especiais, como maternidade, encarceramento, doença, velhice e falecimento.

Os recolhimentos de quem exerce atividade remunerada registrada na Carteira de Trabalho e Previdência Social, seja empregado comum ou empregado doméstico, são de responsabilidade do empregador. Já quem não exerce trabalho remunerado ou trabalha por conta própria deve efetuar seus próprios pagamentos, pela Guia da Previdência Social (GPS). Mais informações sobre a emissão e preenchimento da guia podem ser obtidas no endereço eletrônico www.previdencia.gov.br .

Qualidade de segurado – Para manter a qualidade de segurado da Previdência Social, que garante o recebimento de benefícios a que tenha direito, o cidadão deve pagar regularmente as contribuições. Existe um tempo máximo que ele pode ficar sem contribuir sem perder os direitos previdenciários. Esse prazo é de seis meses para segurados facultativos (donas de casa, estudantes, desempregados) e de um ano para os segurados obrigatórios (empregados, autônomos, empresários). Esse prazo se amplia para dois anos se o segurado já possui mais de 120 contribuições à Previdência Social. Se durante o período que ficou sem contribuir a pessoa tiver recebido seguro-desemprego, o prazo se entende por ainda mais um ano.

Em caso de dúvidas, o cidadão pode ligar para a Central de Atendimento do INSS pelo telefone 135. O serviço está disponível de segunda a sábado, das 8h às 23h. O atendimento da Previdência Social é simples, gratuito e dispensa intermediários.
Priscila Bernardes
ACS/SP

SP: Os 3,8 milhões de beneficiários do INSS no Estado de São Paulo terão reajuste de até 11,28%

Publicado: 13/01/2016 15:36
Última modificação: 13/01/2016 18:16

Para quem recebe há menos de um ano, aumento será proporcional

De São Paulo (SP) – A Portaria conjunta dos Ministérios do Trabalho e Previdência Social e da Fazenda, publicada na segunda-feira (11), no Diário Oficial da União (DOU), estabeleceu o reajuste de até 11,28% para os beneficiários que recebem acima de um salário mínimo. No Estado de São Paulo, 3,8 milhões de beneficiários terão direito a esse aumento. Com isso, a previsão é de que cerca de R$ 900 milhões sejam adicionados à economia do Estado.

O benefício com reajuste será creditado a partir da competência janeiro, cujo pagamento, para quem recebe acima do mínimo, é feito nos cinco primeiros dias úteis de fevereiro, de acordo com o número final do benefício. Quem recebe há menos de um ano terá um reajuste proporcional, conforme o mês em que o benefício foi concedido (ver tabela abaixo).

 
A portaria aumenta também o teto previdenciário, que passa de R$ 4.663,75 para R$ 5.189,82. Além disso, altera as alíquotas de contribuição do INSS dos trabalhadores empregados, domésticos e avulsos. As alíquotas são de 8% para quem ganha até R$ 1.556,94, de 9% para os que ganham entre R$ 1.556,95 e R$ 2.594,92, e de 11% para aqueles que ganham entre R$ 2.594,93 e R$ 5.189,82. Essas alíquotas se aplicam a partir da competência janeiro, cujo recolhimento deve ser feito apenas em fevereiro.

 
Outros benefícios – O salário-família passa a ser de R$ 41,37 para o segurado com remuneração mensal não superior a R$ 806,80 e de R$ 29,16 para o segurado com remuneração mensal superior a R$ 806,80 e igual ou inferior a R$ 1.212,64. Já o auxílio-reclusão será devido aos dependentes do segurado cujo salário de contribuição seja igual ou inferior a R$ 1.212,64. A portaria altera ainda o valor do benefício pago aos seringueiros e seus dependentes, que agora passa a ser de R$ 1.760,00. (ACS/SP)

Fator de reajuste dos benefícios concedidos de acordo com as respectivas datas de início, aplicável a partir de janeiro de 2016
DATA DE INÍCIO DO BENEFÍCIO REAJUSTE (%)
Até janeiro/2015
11,28
em fevereiro/2015
9,65
em março/2015
8,40
em abril/2015
6,78
em maio/2015
6,03
em junho/2015
4,99
em julho/2015
4,19
em agosto/2015
3,59
em setembro/2015
3,33
em outubro/2015
2,81
em novembro/2015
2,02
em dezembro/2015
0,90

DOMÉSTICOS: Termina nesta quinta (7) prazo para pagamento das contribuições previdenciárias

Publicado: 06/01/2016 17:31
Última modificação: 06/01/2016 17:31

LOC/REPÓRTER: Termina nesta quinta-feira, 7 de janeiro, o prazo para o pagamento das contribuições previdenciárias do empregado doméstico referentes ao mês de dezembro e ao 13º salário. Na competência de dezembro também será recolhido o FGTS para quem dividiu o pagamento do 13º salário.

Para emitir as duas guias, o empregador deve acessar a página do eSocial pelo endereço eletrônico www.esocial.gov.br .

As contribuições do empregador e do empregado doméstico devem sempre ser pagas até o dia 7 de cada mês. Quando a data coincidir com sábados, domingos e feriados, o pagamento deve ser feito até o dia anterior ao vencimento.

De Brasília, Lourdes Marinho.

ATENDIMENTO: Horário de funcionamento das Agências da Previdência e da Central 135 mudam no Ano Novo

Publicado: 28/12/2015 10:49
Última modificação: 28/12/2015 10:49

LOC/REPÓRTER: As Agências da Previdência Social estarão abertas somente até às 14h no dia 31 de dezembro, pelo horário de Brasília. Após o feriado de Ano Novo, o atendimento retorna normalmente no dia 4 de janeiro.

A Central 135 também mudará seu expediente no dia 31 de dezembro e no dia 2 de janeiro. O canal de teleatendimento vai funcionar, excepcionalmente, das 8h às 17h, pelo horário de verão.

No feriado de 1° de janeiro não haverá atendimento eletrônico na Central 135. Mas o atendimento pela internet segue, normalmente, durante todo o recesso de fim de ano.

De Brasília, Lourdes Marinho.

 

ATENDIMENTO: Agências da Previdência e Central 135 terão atendimento reduzido no Natal

Publicado: 23/12/2015 17:33
Última modificação: 30/12/2015 12:31

LOC/REPÓRTER: As Agências da Previdência Social mudam seu horário de funcionamento no dia 24 de dezembro, quando atenderão ao público somente até às 14h, no horário de Brasília. No dia 25 ficarão fechadas devido ao feriado de Natal.

A Central 135 também mudará seu expediente nos dias 24 e 26. Nestes dois dias o canal de teleatendimento vai funcionar, excepcionalmente, das 8h às 17 horas, no horário de verão.

No feriado de 25 de dezembro não haverá atendimento eletrônico na Central 135. Mas o atendimento pela internet segue, normalmente, durante todo o recesso de Natal.

De Brasília, Lourdes Marinho.

ATENDIMENTO: Previdência muda horário de funcionamento no Natal e no Ano Novo

Publicado: 23/12/2015 17:30
Última modificação: 23/12/2015 17:35

Agências e Central 135 terão atendimento reduzido

Da Redação (Brasília) – As Agências da Previdência Social (APS) mudarão seu horário de funcionamento nos dias 24 e 31, quando atenderão ao público apenas até às 14h (horário de Brasília).

A Central 135 também mudará seu expediente. Nos dias 24, 26 e 31 de dezembro e também no dia 2 de janeiro, o canal de teleatendimento irá funcionar, excepcionalmente, das 8h às 17h, Horário de Verão.

Nos feriados de 25 dezembro e 1° de janeiro não haverá atendimento eletrônico na Central 135. Mas o atendimento pela internet segue, normalmente, durante todo o recesso de fim de ano.
Informações para a Imprensa

Camilla Andrade

(61) 2021-5490

Ascom/Previdência Social

 

INSS: Instituto abre concurso para Técnico e Analista do Seguro Social

Publicado: 23/12/2015 17:28
Última modificação: 23/12/2015 17:29

LOC/REPÓRTER: O INSS abriu concurso público para o preenchimento de 950 vagas destinadas a técnico e analista do Seguro Social. As oportunidades são para todas as unidades da federação, sendo 800 vagas para nível médio, no cargo de técnico, com remuneração de R$ 4.886,87, e 150 para nível superior, no cargo de Analista, com salário de R$ 7.496,09 e formação em Serviço Social.

O Cespe é a banca examinadora responsável pela seleção. O edital já pode ser acessado no endereço eletrônico www.cespe.unb.br

As inscrições vão do dia 4 de janeiro ao dia 22 de fevereiro de 2016  e podem ser feitas no site do Cespe. A taxa será de R$ 65,00 para o nível médio e R$ 80,00 para o nível superior. Os locais e horários de realização das provas vão ser divulgados no fim de abril e a data das provas é 15 de maio.

O concurso tem validade de um ano e pode ser prorrogado uma única vez, pelo mesmo período.

De Brasília, Lourdes Marinho.

INSS: Instituto abre concurso com 800 vagas para Técnico do Seguro Social e 150 para Analista

Publicado: 23/12/2015 14:49
Última modificação: 23/12/2015 14:49

Os salários iniciais são de R$ 4,8 mil e R$ 7,4 mil, respectivamente. Inscrições vão até 22 de fevereiro

Da Redação (Brasília) – O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) abriu concurso público para o preenchimento de 950 vagas em carreiras da autarquia: 800 são de nível médio para Técnico do Seguro Social e 150 para Analista do Seguro Social, destinadas exclusivamente a graduados em Serviço Social. Os salários iniciais são de R$ 4.886,87 e R$ 7.496,09, respectivamente.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe) é a banca examinadora responsável pela seleção. O edital pode ser acessado no Diário Oficial da União e no site do Cespe.

 

As inscrições estarão abertas de 4 de janeiro a 22 de fevereiro de 2016 no site do Cespe. A taxa será de R$ 65,00 para o nível médio e R$ 80,00 para o nível superior. Os locais e horários de realização das provas deverão ser divulgados no final do mês de abril e a data provável das provas é 15 de maio.

Conforme a legislação, do total, 5% das vagas são reservadas para pessoas com deficiência e 20% para os que se declararem negros. As oportunidades para preenchimento das vagas alcançam todas as 27 unidades da federação.

Os aprovados serão convocados, de acordo com a classificação, para escolha da Agência da Previdência Social (APS) em que serão lotados, considerando a Gerência-Executiva do INSS – que abrange uma região que compreende um ou mais municípios – escolhida pelo candidato no momento da inscrição, observando também o interesse da Administração Pública. O concurso terá validade de um ano e poderá ser prorrogado, uma única vez, pelo mesmo período.

Informações para a imprensa

(61) 3313-4138

Ascom/INSS

 

ATENDIMENTO: Previdência entrega nova agência aos moradores de Palmeiras de Goiás

Publicado: 22/12/2015 18:09
Última modificação: 22/12/2015 18:13

LOC/REPÓRTER: A população de Palmeira de Goiás recebeu nesta terça-feira uma nova Agência da Previdência Social que vai beneficiar os 26,3 mil moradores da cidade. Também serão contemplados os habitantes dos municípios de Turvânia, Cezarina; Palminópolis, Nazário e seu distrito Claudinápolis, totalizando uma clientela acima de 51 mil habitantes.

A antiga Agência de Palmeiras de Goiás estava instalada em um prédio cedido pela Prefeitura Municipal. Agora, com este imóvel construído em terreno, também doado pela prefeitura, segurados e servidores terão mais conforto e segurança e todas as condições de acessibilidade.

Durante a inauguração da nova unidade, o secretário Especial da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, destacou a importância de a Previdência Social estar cada vez mais perto da população.

TEC/SONORA: Sonora com Carlos Gabas, Secretário Especial da Previdência Social 

Pra nós da Previdência Social é uma alegria muito grande entregar pra vocês mais uma unidade de atendimento. Esta unidade vem trazer, para Palmeiras de Goiás, dignidade para os trabalhadores que vão buscar os seus direitos. E esta é uma mudança de conceito fundamental. O que nós estamos fazendo aqui é devolvendo para a sociedade o que lhe é de direito. 

LOC/REPÓRTER: A nova agência tem capacidade para atender 1.700 segurados por mês. Atualmente, a unidade mantém mais de 8.600 benefícios, com injeção mensal de mais de R$ 9, 4 milhões na economia da região.

A nova Agência da Previdência Social de Palmeira de Goiás fica na Rua Dois, setor Antônio Bueno, e o horário de atendimento ao público é das 8h às 14h,  de segunda a sexta-feira.

De Brasília, Lourdes Marinho.

BENEFÍCIOS: Pescadores artesanais podem requerer seguro-defeso diretamente em entidades representativas

Publicado: 22/12/2015 17:20
Última modificação: 05/01/2016 16:08

Caso esteja em vigor acordo de cooperação, trabalhadores não precisam se deslocar até uma Agência da Previdência Social

Da Redação (Brasília) – Pescadores artesanais filiados a entidades representativas que firmaram acordo de cooperação técnica com INSS não precisam se deslocar até uma Agência da Previdência Social para requerer o seguro defeso. O benefício poderá ser solicitado, gratuitamente, na própria entidade representativa da categoria. Para isso, basta que o pescador artesanal filiado procure a entidade, faça o requerimento e apresente a documentação necessária. A própria entidade enviará os requerimentos ao INSS para habilitação do benefício.

A finalidade desses acordos de cooperação técnica é facilitar a vida dos segurados, evitando que tenham que se deslocar muitas vezes por longas distâncias, como ocorre em algumas localidades da Região Amazônica, para chegar até uma unidade de atendimento do INSS.

Procedimentos – Nesta segunda-feira (21), o INSS estabeleceu os procedimentos para a concessão do seguro desemprego do pescador artesanal, conhecido como seguro defeso.  As orientações para a concessão do benefício estão na Instrução Normativa nº 83, publicada no Diário Oficial da União (DOU).

Tem direto a receber o seguro defeso, no valor de um salário mínimo, o pescador artesanal que trabalha de forma ininterrupta e tem sua atividade profissional paralisada durante o período de defeso para a reprodução das espécies.

O seguro-defeso só pode ser acumulado com os benefícios de pensão por morte e auxílio-acidente. O defeso não pode ser recebido junto com auxílio-doença e com o salário-materindade.  Para receber o seguro, o trabalhador não pode exercer outra atividade remunerada durante este período nem receber benefício assistencial. O benefício é pago por no máximo cinco meses.

Para obter mais informações, o pescador artesanal pode ligar para o telefone 135 (gratuito de fixo e de celular, ao custo de ligação local) e tirar dúvidas, por exemplo, sobre como requerer o benefício nas agências e esclarecer outros pontos sobre o benefício, além de enviar sugestões e até fazer denúncias com a garantia do anonimato.

Leia mais: INSS estabelece procedimentos para a concessão do seguro defeso

Informações para a imprensa

Ligia Borges

(61)2021-5779

Ascom/Previdência Social

 

ATENDIMENTO: Palmeiras de Goiás passa a contar com Agência da Previdência Social nova a partir desta terça (22)

Publicado: 22/12/2015 17:12
Última modificação: 22/12/2015 17:12

Mais de 51 mil pessoas serão beneficiadas com a unidade, inaugurada pelo secretário de Previdência Social do MTPS

De Palmeira de Goiás (GO) – A população de Palmeira de Goiás recebeu nesta terça-feira (22) uma Agência da Previdência Social (APS) nova que vai oferecer mais comodidade e segurança ao cidadão que procurar os serviços da Previdência Social. A antiga APS estava instalada em um prédio cedido pela Prefeitura Municipal.

Representando o Ministério do Trabalho e Previdência Social na inauguração, o secretário Especial da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, destacou a importância de o atendimento previdenciário estar cada vez mais perto da população. “Aqui já havia uma agência, mas o local de funcionamento não era totalmente adequado às necessidades da população. A instalação dessa nova agência no município busca aproximar ainda mais a Previdência dos cidadãos de Palmeira de Goiás e de toda região, para que os cidadãos e cidadãs possam buscar os seus direitos com mais facilidade”, afirmou.

Secretário Especial da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, (centro-esquerda) descerra a placa de inauguração da APS. Foto: Erasmo Salomão/Previdência Social

Secretário Especial da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, (centro-esquerda) descerra a placa de inauguração da APS. Foto: Erasmo Salomão/Previdência Social. Mais Fotos

A APS foi construída em terreno doado pela prefeitura, situado a dois quilômetros do centro da cidade, com acesso a várias localidades. O endereço é Rua Dois, nº 2, setor Antônio Bueno. O horário de atendimento ao público será das 8 horas às 14 horas, de segunda a sexta-feira.

A nova unidade pertence à área de atuação da Gerência-Executiva do INSS em Goiânia e vai beneficiar diretamente os 26,3 mil moradores da cidade de Palmeira de Goiás. Também serão contemplados os habitantes de Nazário e seu distrito Claudinápolis, Turvânia, Cezarina e Palminópolis, totalizando uma clientela potencial acima de 51 mil habitantes. Os dados demográficos são do IBGE, estimados para 2015.

Contando com 469 metros quadrados, a nova agência possui duas salas com capacidade para a realização de aproximadamente 300 perícias médicas mensais, uma sala para entrevistas do Serviço Social e capacidade de atendimentos diversos da Previdência Social a 1.700 segurados por mês.

Agência foi equipada com mobiliário novo para melhor atender o segurado. Foto Erasmo Salomão

Agência foi equipada com mobiliário novo para melhor atender o segurado. Foto Erasmo Salomão. Mais Fotos

A APS Palmeiras de Goiás mantém atualmente 8.670 benefícios, com desembolso mensal de mais de R$ 9,4 milhões. A título de comparação, a média mensal de recursos repassados pelo Fundo de Participação dos Município,s em 2014, foi de R$ 1 milhão, o que demonstra a importância dos benefícios previdenciários para a economia da região.

 

Informações para a imprensa

(61) 2021-5779

Ascom/Previdência Social

SP: Número do CPF é obrigatório para agendamento e atendimento no INSS

Publicado: 14/12/2015 15:53
Última modificação: 17/12/2015 16:41

De São Paulo (SP) – Desde o ano passado, a pessoa que quiser agendar seu atendimento em uma unidade do INSS deve informar seu número de CPF. Essa medida, introduzida pela Resolução 438/2014, tem o objetivo de dar mais segurança ao público que procura o INSS e de coibir as tentativas de fraudes envolvendo a identificação do segurado.

 
O número do CPF também deverá ser informado durante o atendimento na agência. Além disso, é obrigatória a apresentação de um documento oficial com foto, como RG, Carteira de Motorista, Carteira de Trabalho ou Passaporte, dentro da validade. É importante destacar que a apresentação do CPF é obrigatória inclusive para os requerentes menores de idade.

 
O CPF, que é o documento do Cadastro de Pessoas Físicas gerenciado pela Receita Federal do Brasil, pode ser solicitado nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal e nas unidades dos Correios. Para obtê-lo, é necessário apresentar documento de identidade com foto e título de eleitor. No caso dos menores de 16 anos, a inscrição no CPF pode ser feita mediante a apresentação de documento de identificação (certidão de nascimento ou RG) do requerente e de um dos pais. (ACS/SP)

PR: Cinco unidades do INSS no Paraná acompanham feriados municipais

Publicado: 11/12/2015 18:03
Última modificação: 11/12/2015 18:03

As agências situadas em Astorga, Toledo, Nova Esperança, Pinhão e Arapoti fecham para comemorar os aniversários de fundação dos municípios

De Curitiba (PR) – Cinco Agências da Previdência Social (APS) do INSS no Paraná seguem feriados municipais na próxima semana, a começar pelas unidades de Astorga, Toledo e Nova Esperança, que fecham na segunda-feira (14), para comemorar, respectivamente, os 63 e 64 anos de fundação dos municípios, e também os 61 anos da terceira localidade mencionada. No dia 15 (terça-feira), a APS Pinhão não atenderá por conta das comemorações pelos 51 anos de fundação do município. Já na sexta-feira (18), não haverá atendimento nas APS Arapoti, em função das festividades pelos 60 anos de fundação do município.

Não podendo contar com o atendimento presencial em sua cidade, o segurado tem a opção de recorrer aos canais remotos da Previdência Social (a Central 135 e a página www.previdencia.gov.br) para realizar agendamento e obter informações e orientações. A Central 135 funciona de segunda a sábado, das 7h às 22h. Durante o horário de verão nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a Central 135 funciona das 8h às 23h. As chamadas feitas por telefones fixos são gratuitas, e as realizadas por meio de celular seguem a tarifa de ligação local.

Informações para Imprensa:
(41) 3616-9304

ACS/INSS