Portal do Governo Brasileiro
Menu

APOSENTADORIA: INSS envia carta para quem pode requerer benefício em dezembro

23/11/2010 11:09

Foram postadas 1.505 correspondências, para 949 mulheres e 556 homens

Da Redação (Brasília) – O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) envia esta semana a carta-aviso aos segurados que completam as condições para se aposentar por idade em dezembro. O documento avisa ao cidadão que ele pode requerer o benefício a partir da data de seu aniversário, se tiver interesse. Este mês estão sendo emitidas 1.505 correspondências, destinadas a 556 homens e 949 mulheres.

O INSS encaminha as cartas mensalmente. Recebem o documento os homens que no mês seguinte irão completar 65 anos e, as mulheres, 60 anos. Para ambos os casos é preciso ter 174 contribuições, se o segurado tiver sido inscrito no INSS até 24 de julho de 1991, ou 180 contribuições, se a inscrição for posterior a essa data. Só recebem o documento aqueles que estão com os dados cadastrais atualizados junto ao INSS, inclusive o endereço para correspondência.

Além dos dados pessoais do destinatário, a carta-aviso traz ainda a estimativa da renda mensal da aposentadoria por idade, com base no histórico de contribuições ao INSS, constante no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

Segurança – Para proteger os segurados contra fraudes, a carta contém um código de segurança. A pessoa que receber o aviso e tiver dúvidas se o documento foi mesmo postado pelo INSS, pode confirmar sua autenticidade ligando para a Central 135 ou acessando o site www.previdencia.gov.br.

Se optar pela Central 135, o segurado precisa escolher a opção 1 para falar diretamente com o atendente. Para manter a segurança do procedimento, o operador pode solicitar a confirmação de outros dados, além do código informado na carta. A ligação para a Central 135 é gratuita, se feita de um telefone fixo ou público, e custa o valor de uma ligação local, se feita de um celular.

Na internet, no campo Agência Eletrônica do Segurado, basta clicar em “Lista completa de serviços” e, em seguida, no atalho “Aviso para Requerimento de Benefício”. Além do código de segurança indicado no aviso, será solicitado ao usuário que digite seu nome, data de nascimento e CPF. Se os dados estiverem corretos, aparecerá uma mensagem confirmando que o documento foi realmente postado pelo INSS.

Endereço – Para que o segurado receba a carta-aviso, é imprescindível que os seus dados cadastrais estejam corretos junto à Previdência Social, principalmente o endereço para correspondência. Todas as comunicações do INSS com seus segurados são feitas via correios e, se esta informação estiver incorreta, não é possível ao instituto enviar qualquer correspondência com segurança. O INSS também alerta que em nenhum momento entra em contato com os segurados por telefone ou e-mail, e que não utiliza intermediários.

Portanto, quem completou as condições para se aposentar por idade e não recebeu a carta-aviso, deve providenciar a atualização de seu endereço. Para tanto é preciso agendar atendimento em uma APS pela Central 135 ou na internet.

Informações para a Imprensa
Rilton Pimentel
(61) 2021-5113
ACS/MPS

ATENDIMENTO: Central 135 funciona apenas para informações neste fim de semana

19/11/2010 16:16

Manutenção também afetará o agendamento eletrônico pela internet

Da Redação (Brasília) – No sábado (20) e no domingo (21), a Central 135 funcionará apenas para o fornecimento de informações em geral, que não dependam de consulta aos sistemas da Previdência Social. Não será possível ao usuário fazer o agendamento eletrônico de qualquer serviço previdenciário. A interrupção também afeta o atendimento pela internet, e ocorre devido à manutenção nas bases de dados da Dataprev.

Desta forma, o usuário que ligar para o canal remoto, interessado em agendar atendimento em uma Agência da Previdência Social, será orientado a retornar a chamada na segunda (22).

A Central 135 atende das 7h às 22h, de segunda a sábado. Nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo e também no Distrito Federal, o atendimento está sendo realizado das 8h às 23h, enquanto vigorar o horário de verão. A ligação é gratuita, quando realizada de qualquer telefone fixo, e tem custo de ligação local, se feita de celular.

Informações para a Imprensa
Rilton Pimentel
(61) 2021-5113
ACS/MPS

ATENDIMENTO: 440 agências oferecem agendamento para até uma semana

26/10/2010 11:24

Por serviço, aposentadoria por idade urbana era oferecida nesse prazo em 708 unidades

Da Redação (Brasília) – No último mês de setembro, em 440 das 1.147 Agências da Previdência Social existentes naquele mês era possível ao segurado agendar atendimento para os principais serviços agendáveis em até seis dias em média. O índice positivo em 38,36% da rede coloca essas unidades em patamar melhor ao da média nacional do Tempo Médio de Espera no Agendamento (TMEA), que atualmente é de 13 dias.

Na análise separada para os benefícios mais procurados, o número de APS que ofereciam um curto prazo de espera no agendamento era ainda maior. Na aposentadoria por idade urbana, por exemplo, foram registradas 708 agências com agendamento para até seis dias. Para o salário-maternidade, eram 622 unidades. Para a pensão por morte, 623. Na aposentadoria por idade rural eram 574 e, na aposentadoria por tempo de contribuição, 534.

Na divisão por estados, São Paulo concentrou a maior parte das agências com curto tempo de espera no agendamento: 85, ou 19,3% das 440 unidades. Em seguida veio Minas Gerais, com 56 (12,7%). A Bahia e o Rio de Janeiro dividiram o terceiro lugar, com 32 agências cada (7,2%), e, em quarto, encontrou-se o Rio Grande do Sul, com 31 das APS (7%) que agendavam serviços para um prazo de até seis dias.

Os indicadores revelam que boa parte das agências não só cumpriu, mas ultrapassou a meta estabelecida no Plano de Ação 2010 do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), de alcançar um TMEA de até 20 dias até o final do ano, para os principais serviços agendáveis. Integram esse grupo as aposentadorias por idade (rural e urbana) e por tempo de contribuição, o salário-maternidade, o benefício assistencial concedido ao idoso, a pensão por morte urbana, o auxílio-reclusão e o pedido do Certificado de Tempo de Contribuição (CTC).

Informações para a Imprensa
Rilton Pimentel
(61) 2021-5113
ACS/MPS

ATENDIMENTO: Central 135 altera funcionamento no Horário de Verão

15/10/2010 11:29

Em sete estados e no DF, segurado deverá ligar entre 8h e 23h para falar com o atendente

Da Redação (Brasília) – Com início do Horário de Verão neste fim de semana (17, domingo), a Central 135 mudará seu horário de funcionamento, passando a atender das 8h às 23h (hora de Brasília) em sete estados que adiantam seu relógio em uma hora, mais o Distrito Federal. Nos demais será mantido o expediente de atendimento das 7h às 22h.

O novo horário da Central 135 valerá para o Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal. Nestes estados, o segurado que quiser falar com um atendente deve ligar no novo horário. Quem ligar antes das 8h e após as 23h – e também aos domingos – terá apenas a opção do atendimento eletrônico e ouvirá mensagem alertando sobre a mudança no atendimento.

O Horário de Verão irá vigorar durante 126 dias, terminando em 20 de fevereiro de 2011. Nesta data, a Central 135 voltará a funcionar de 7h às 22h, em todo o país.

Economia – Esta é a 37ª edição do Horário de Verão. A medida tem o objetivo de conscientizar a população em relação ao aproveitamento da luz natural, além de estimular o uso de energia elétrica de forma racional. Na prática, o adiantamento do horário em uma hora diminui o carregamento nas linhas de transmissão, subestações e nos sistemas de distribuição, possibilitando que o atendimento em épocas de maior consumo ocorra com maior eficiência.

O horário de verão é válido para as regiões Centro-Oeste, Sul e Sudeste do país. Em todos os estados onde foi aplicada a medida, contabilizou-se uma redução média na demanda de aproximadamente 5% no chamado horário de pico (entre 18h e 21h).

Informações para a Imprensa
Rilton Pimentel
(61) 2021-5113
ACS/MPS

FERIADO: Central 135 funciona apenas para atendimento eletrônico

11/10/2010 15:00

Usuários que quiserem agendar serviço nas agências podem fazê-lo pela internet

Da Redação (Brasília) – Nesta terça-feira (12), a Central 135 funciona apenas para atendimento eletrônico, em virtude do feriado de Nossa Senhora Aparecida, quando se festeja também o Dia das Crianças. O usuário que quiser falar com um atendente ouvirá gravação orientando-o a retornar a ligação na quarta (13), a partir das 7h, quando o atendimento volta ao normal.

Na opção de consulta eletrônica da Central 135 (acessada teclando 2 do menu eletrônico), o segurado pode fazer consultas sobre a situação de seu benefício, saber o resultado do pedido de revisão de benefício ou do pedido de Certidão por Tempo de Contribuição (CTC), além de confirmar a data e a hora de perícia médica anteriormente agendada.

Durante o feriado, o cidadão pode utilizar o Portal da Previdência Social (www.previdencia.gov.br), que funcionará normalmente. No espaço virtual, o segurado pode agendar atendimento nas APS para requerer benefícios ou outros serviços previdenciários, fazer simulações e obter informações. Quem não é inscrito na Previdência Social também pode fazer sua inscrição no portal.

Informações para a Imprensa
Rilton Pimentel
(61) 2021-5113
ACS/MPS

SERVIÇO: Agendamento pela internet facilita atendimento nas agências

08/10/2010 11:58

Agência Eletrônica do site da Previdência Social recebe mais de um milhão de visitas por mês

Da Redação (Brasília) – A página da Previdência Social na internet oferece ao cidadão 48 serviços e links informativos, cobrindo desde a inscrição de novos segurados até a solicitação dos benefícios mais requeridos, como aposentadoria por idade ou tempo de contribuição. A adoção cada vez mais intensa da tecnologia tem como objetivo desburocratizar o atendimento ao segurado, evitando que ele se desloque desnecessariamente a uma agência, e melhorar o atendimento. A cada mês, mais de um milhão de cidadãos acessam a página.

Os serviços e informações on line estão agrupados na Agência Eletrônica do Segurado e na Agência Eletrônica do Empregador, localizadas no centro da página inicial do portal www.previdencia.gov.br. Os dois espaços foram projetados para facilitar a navegação, inclusive com acessibilidade para pessoas com deficiência. Os serviços mais procurados estão dispostos em destaque.

O atual formato da Agência Eletrônica foi disponibilizado ao público em 2008 e integra os esforços da Previdência Social na busca de alternativas tecnológicas para facilitar o atendimento e encontrar soluções eletrônicas em favor do cidadão. A eficácia da iniciativa rendeu à Previdência, em abril deste ano, o 4º Prêmio Nacional de Desburocratização Eletrônica, na categoria governo, do Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro), FGV Projetos e Sebrae/RJ.

Inscrição – Quem entra no portal www.previdencia.gov.br já visualiza, logo no topo da página, ao centro, link para a pessoa que ainda não é segurada fazer a inscrição na Previdência Social. O espaço traz esclarecimentos sobre quais são os tipos de segurados, quais são os documentos necessários para fazer a inscrição, as formas de contribuição, quem pode ser incluído como dependente e o tempo de carência necessário para requerer cada tipo de benefício previdenciário.

A Agência Eletrônica está postada logo abaixo, e foi dividida em duas partes para facilitar o acesso para trabalhadores e empregadores. Na Agência Eletrônica do Segurado, o empregado, o contribuinte individual, facultativo, empregado doméstico ou segurado especial podem agendar atendimento em uma Agência da Previdência Social para requerer benefícios, como a aposentadoria por idade ou por tempo de contribuição, salário-maternidade, pensão por morte ou benefício assistencial. Também pode marcar dia e hora para a realização de perícia médica necessária à concessão de auxílio-doença, bem como consultar a data e a hora de exames anteriormente agendados.

Outras opções para o segurado são fazer a simulação do valor de aposentadoria, obter o extrato de pagamento de benefício e o extrato previdenciário, com todas as informações sobre seus vínculos empregatícios e contribuições ao INSS.

Informações – O cidadão que fizer agendamento eletrônico no site www.previdencia.gov.br também pode encontrar na Agência Eletrônica do Segurado a lista completa dos documentos solicitados pela Previdência Social para cada tipo de benefício, o que facilita e agiliza o atendimento na APS na data e hora marcadas.

Outras informações disponíveis ao segurado são as tabelas de pagamento e de reajuste de benefícios, a tabela de contribuição mensal e de contribuição em atraso, além da Carta de Serviços do INSS, documento que informa ao cidadão sobre como usufruir dos serviços da Previdência Social e esclarece quais são os compromissos e padrões de qualidade do atendimento previdenciário.

Empregador – O site da Previdência Social também oferece diversos serviços na Agência Eletrônica do Empregador. Nesse espaço as empresas podem fazer o cadastro da Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT); calcular contribuições e emitir a Guia da Previdência Social (GPS) para contribuintes individuais, facultativos, empregados domésticos e segurados especiais. O empregador doméstico encontra orientação sobre as formas de contribuir e como fazer os recolhimentos ao INSS.

Legislação – Tanto trabalhadores quanto empregadores podem encontrar no portal todas as leis, decretos e demais normas relativas à Previdência Social. Ao clicar no link “Legislação”, situado no lado esquerdo da página, o cidadão tem acesso ao Sistema de Legislação da Previdência Social (Sislex), que permite pesquisas detalhadas. No mesmo espaço estão disponíveis todas as tabelas de atualização monetária dos salários-de-contribuição para apuração do salário-de-benefício, desde o ano de 2006.

Ouvidoria – O cidadão pode fazer reclamações, denúncias, sugestões e elogios clicando no link “Ouvidoria-Geral”, localizado no lado esquerdo da página. Quando registra uma manifestação, o usuário recebe um código, que o permite acompanhar o trâmite de seu pleito. Quando a demanda é resolvida, pela própria Ouvidoria-Geral da Previdência Social ou por uma das áreas solucionadoras do INSS, o cidadão recebe a resposta definitiva por e-mail.

Informações para a Imprensa
Rilton Pimentel
(61) 3317-5113
ACS/MPS

SERVIÇO: Simulação de aposentadoria pela internet fica mais fácil e segura

06/10/2010 11:00

Novo sistema de Simulação de Tempo de Contribuição apresenta ferramentas mais simples e claras

Da Redação (Brasília) – A partir desta quarta-feira (6) será mais fácil ao trabalhador realizar a simulação do cálculo de sua aposentadoria na internet. Um novo sistema, disponível no portal da Previdência Social, oferece uma apresentação mais didática e clara para a execução deste serviço on line.

Agora, quando o segurado preencher os campos referentes aos dados cadastrais, se o sistema encontrar alguma divergência entre os dados digitados pelo usuário e os dados constantes no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), emitirá na hora um aviso sobre a necessidade de regularizar as informações junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Porém, independentemente desta divergência, o sistema permitirá a conclusão da simulação.

Ao final da digitação dos dados, o sistema apresentará um demonstrativo em formato PDF com todas as informações sobre os períodos de contribuição e o detalhamento do cálculo da aposentadoria. Neste documento haverá uma mensagem clara de que se trata de uma simulação da contagem do tempo de contribuição, válida apenas para simples conferência, não garantindo o reconhecimento do direito ao benefício.

O serviço permite que os contribuintes façam a simulação considerando o Tempo de Contribuição ou o Valor do Benefício. A simulação por meio da Contagem de Tempo de Contribuição realiza o cálculo com base na contribuição do trabalhador como empregado ou contribuinte individual. Essa modalidade considera apenas a data inicial e o último dia do vínculo empregatício. Neste cálculo são desconsiderados os exercícios sujeitos a condições especiais, em que o contribuinte trabalhou exposto a situações prejudiciais à saúde ou a integridade física.

Já a simulação do Valor do Benefício é feita de acordo com a situação de cada contribuinte com relação às alterações introduzidas pela Lei nº 9876/99, que consideram o tempo de contribuição, a idade no momento da requisição da aposentadoria e a expectativa de sobrevida do segurado na data de início de seu benefício (conforme Tabela de Expectativa de Sobrevida, divulgada anualmente pelo IBGE). Essa modalidade permite fazer o cálculo de acordo com situação do contribuinte em relação à lei.

Atualmente, a simulação de aposentadoria não pode ser feita nas Agências da Previdência Social, estando disponível apenas na internet. Para usar o serviço o segurado deve acessar o site da Previdência Social (www.previdencia.gov.br), clicar na opção Agência Eletrônica: Segurado na página inicial e escolher o item Calcule sua aposentadoria (simulação). O trabalhador deve ter em mãos o Número de Identificação do Trabalhador (NIT), o PIS/PASEP ou o Cici (Cartão de Inscrição de Contribuinte Individual), além das datas de início e fim de cada atividade e/ou contribuição.

Se preferir, clique aqui para simular a Contagem de Tempo de Contribuição

Informações para a Imprensa
Ligia Borges
(61) 2021-5113
ACS/MPS

ATENDIMENTO: Previdência atende a comunidades indígenas do Médio Rio Negro

05/10/2010 11:46

Mais de 1.500 pessoas foram atendidas nas aldeias sem precisarem se deslocar para terem seus direitos previdenciários

Da Redação (Manaus, AM) – A Previdência Social empreendeu mais uma ação de interiorização do atendimento para as comunidades remotas da Amazônia, iniciada em setembro. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Manaus, em parceria com a FUNAI, foi até as comunidades indígenas localizadas no Alto e Baixo Rio Negro e nas Terras Indígenas dos Yanomami, nos rios Marauiá e Padauiri, para levar a essa população serviços previdenciários.

Nos 30 dias de atendimento às comunidades Maturacá, Nazaré, Cartucho e Maricota, a equipe do INSS, formada por dois servidores, habilitou 1.562 benefícios entre salários-maternidade, aposentadorias por idade e pensões. Em seguida, a ação chegou ao município de São Gabriel (distante de Manaus 852 quilômetros) no dia 20 de setembro onde o atendimento vai até esta quarta-feira (6). A expectativa da equipe é habilitar mais 500 benefícios na sede do município.

Para chegar às comunidades indígenas das etnias Yanomami, Baniwa, Baré, Nadeb, Tucano, Piratapuya e Dessana, os servidores do INSS e da FUNAI navegaram em uma pequena embarcação denominada de “voadeira” por mais de 500 quilômetros, por sete rios.

Nas comunidades indígenas, ficaram acomodados em choupanas e tiveram que adotar hábitos locais, como dormir em redes e banhar-se no rio. Também acompanhando o hábito indígena, os trabalhos se iniciavam às 7h e se encerravam às 18h em razão da necessidade de economizar o combustível (óleo diesel) utilizado para funcionar o gerador de energia.

Para o servidor do INSS, João Carlos, “ter tido a oportunidade de vivenciar e reconhecer direitos em região tão distante me fortalece o espírito e me gratifica por participar da Previdência Social”, afirmou. Na opinião do também servidor Clizares Santana, “participar da missão em parceria com a FUNAI, está sendo gratificante, porque estamos reconhecendo direitos de pessoas que vivem praticamente isoladas da convivência”. Esse trabalho, concluiu, “é exemplo concreto do novo tempo na Previdência Social”. Para levar os serviços previdenciários aos indígenas e às comunidades ribeirinhas, a Previdência Social, além de garantir um direito constitucional, está também participando do esforço pela proteção do meio ambiente e preservação dos recursos da biodiversidade.

É que o dinheiro do benefício previdenciário potencializa as chances dessas comunidades, impedindo que sofram pressões concretas, contínuas e ilegais para que se atrelem ativamente a formas predatórias de exploração dos recursos naturais, prática ainda muito comum em toda a Amazônia.

Informações para a Imprensa
Maria do Carmo de Castro
(92) 3633-3352
SCS/INSS/MPS

ATENDIMENTO: Ministro Gabas entrega novas Agências em Nova Odessa e Jarinu

30/09/2010 17:58

Unidades em São Paulo integram o Plano de Expansão da Previdência Social

Da Redação (Brasília) – A rede de atendimento da Previdência Social (APS) em São Paulo recebeu um reforço com as inaugurações nessa quinta-feira (30) de mais duas unidades nos municípios de Nova Odessa e Jarinu. Inauguradas pelo ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, e pela superintendente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Regional Sudeste I (São Paulo), Elisete Berchiol, as novas agências integram o Plano de Expansão da Rede de Atendimento (PEX), que prevê a construção de 100 unidades em São Paulo e 720 em todo o país.

Durante as solenidades de inauguração, o ministro ressaltou que o aumento no número de unidades de atendimento tem como objetivo democratizar o acesso da população aos serviços previdenciários. De acordo com ele, o PEX corrige uma dívida da Previdência Social para com os cidadãos brasileiros, de levar a Previdência Social para mais perto da população dos pequenos municípios. Gabas destacou ainda que faz parte deste esforço a reconstrução do parque tecnológico da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), o que possibilitou maior agilidade na concessão dos benefícios.

A coordenadora da Diretoria de Orçamento, Finanças e Logística do INSS, Ana Clecia Gonçalves França – que representou a Presidência do INSS – destacou a importância das agências para as populações dos dois municípios. “Como servidora, é gratificante viver este momento. Espero que todas as pessoas que entrarem nestas unidades, em busca de seus direitos, saiam satisfeitas”, observou. A superintendente da Regional Sudeste I destacou o empenho e a contribuição dos servidores do INSS no processo de construção das duas agências.

Nova Odessa - A APS é responsável pela manutenção mensal de 7.217 benefícios, que corresponderam ao pagamento, na folha de agosto, de R$ 9,5 milhões, incluindo a primeira parcela do 13º salário. A agência está preparada para atender, em média, 114 pessoas por dia e realizar 216 perícias mensais. A Previdência Social investiu R$ 817 mil na construção do prédio, sendo que o terreno foi doado pela Prefeitura Municipal.

Antes da criação da agência, os moradores do município eram atendidos pelo PREVCidade, parceria da Previdência com a prefeitura. Como a unidade não prestava todos os serviços previdenciários, os segurados tinham que viajar até Americana para fazer perícia médica. O PREVCidade será desativado.

Na nova APS, os segurados serão atendidos em um ambiente confortável e seguro. No prédio foram instalados sete guichês de atendimento: dois para recepção, quatro para atendimento especializado e um para a triagem de perícia. A agência conta também com uma sala para o serviço social e outra para a realização das perícias médicas.

A população terá acesso a todos os serviços previdenciários, das 8 às 14h. A APS foi instalada na Rua Eddy de Freitas Crisciúma, 800, Residencial Imigrantes. O prédio possui equipamentos modernos de informática, mobiliário novo, dispositivos de segurança, acessibilidade para idosos e deficientes e sinalização interna e externa.

Jarinu - A APS Jarinu tem capacidade para atender a cerca de 70 segurados por dia e realizar uma média de 400 pericias mensais. A unidade irá oferecer todos os serviços previdenciários, na Rua João Pessoa, 391 – Vila Rica, no horário de atendimento ao público das 8 às 14h.

Antes da criação da agência, os moradores do município, cerca de 23 mil pessoas, eram atendidos pelo PREVCidade, parceria entre a Previdência e a prefeitura. Como a unidade não prestava todos os serviços previdenciários, os segurados tinham que viajar até Jundiaí – a cerca de 20 quilômetros – para fazer perícia médica. O PREVCidade será desativado.

A APS será responsável pela manutenção mensal de 2.155 benefícios, com o pagamento, de acordo com a folha de agosto que incluiu o 13º salário, de R$ 2,2 milhões. A APS possui equipamentos modernos de informática, mobiliário novo, dispositivos de segurança, acessibilidade para idosos e deficientes e sinalização interna e externa. Foram instalados na unidade quatro pontos de atendimento e duas salas de perícia. A Previdência Social investiu R$ 830 mil na construção do prédio, em terreno doado pela Prefeitura de Jarinu.

Expansão – A construção das novas unidades integra a política da Previdência Social de melhorar o atendimento a aposentados, pensionistas e demais beneficiários. As agências do PEX estão sendo construídas em cidades com mais de 20 mil habitantes, que não dispõem de unidades fixas.

Em São Paulo, das 100 novas agências do PEX, cinco já estão em funcionamento e foram instaladas, a partir de maio deste ano, nos municípios de Dois Córregos, Tanabi, Martinópolis, São Manuel e Santo Anastácio. Amanhã (1º), o ministro e o presidente do INSS, Valdir Simão, inauguram as unidades dos municípios de Pederneiras e Valpaíso.

Antes da expansão, a rede do INSS no estado era formada por 182 unidades fixas e, com o término da implantação do PEX, o número de agências da Previdência Social em São Paulo aumentará para 282. Também estão sendo realizadas no estado mais 63 obras de recuperação da rede existente, sendo que 27 reformas já foram concluídas. Ao todo, serão investidos no estado R$ 173,5 milhões.

Distância - A construção das 720 novas agências do Plano de Expansão irá estender a presença da Previdência Social a 1.670 cidades brasileiras. As novas unidades proporcionam comodidade à população destes municípios, que não precisam mais percorrer grandes distâncias em busca dos serviços previdenciários. Em todo o país, serão investidos somente com as novas agências do PEX R$ 616,5 milhões.

Informações para a Imprensa
(61) 2021-5113 – (11) 3544-3435
ACS/MPS/INSS

AVISO DE PAUTA: Ministro Gabas entrega Agência da Previdência na Bahia

24/09/2010 11:42

Inauguração de unidade em Campo Alegre de Lourdes será na segunda-feira

Da Redação (Brasília) – O ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, e o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Valdir Simão, inauguram, nesta segunda-feira (27), uma nova Agência da Previdência Social (APS) na cidade de Campo Alegre de Lourdes, na Bahia.

A nova agência é a primeira instalada na Bahia pelo Plano de Expansão da Rede de Atendimento (PEX), que prevê a construção de 95 unidades no estado e 720 em todo o país. Com a expansão, o número de APS fixas do INSS na Bahia será superior ao dobro, passando das atuais 88 para 183 unidades.

A agência beneficiará os moradores da cidade, cerca de 28 mil pessoas, que eram atendidos pelo PREVCidade. Como a unidade não prestava todos os serviços previdenciários, os segurados tinham que percorrer 120 quilômetros, até o município de Remanso, para fazer perícia médica.

Campo Alegre de Lourdes
Data: 27/09
Hora: 14h30
Local: Rua Lauro de Freitas, S/N – Centro

Informações para a Imprensa
Mauren Rojahn e Daniel Dutra
(61) 2021-5113
ACS/MPS

ATENDIMENTO: Ministro Gabas conhece nova ferramenta da Sala de Monitoramento do INSS

17/09/2010 10:50

Acompanhamento melhora a gestão dos serviços e do atendimento aos cidadãos nas Agências da Previdência Social

Da Redação (Brasília) – O ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, visitou nesta quinta-feira (16) a Sala de Monitoramento do Atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Brasília, para conhecer a nova versão da ferramenta que monitora em tempo real o funcionamento de todas as 1.139 Agências da Previdência Social (APS) do país.

O presidente do INSS, Valdir Simão, e o diretor de Atendimento, Luiz Henrique Fanan, explicaram, detalhadamente, como funciona a ferramenta, que permite acompanhar em tempo real os indicadores de atendimento de todas as APS. A partir dessas informações, os gestores podem corrigir distorções e implementar medidas que melhorem ainda mais a prestação de serviços aos segurados. O ministro Gabas lembrou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva que, em visita à nova sede do INSS em agosto, disse que a ferramenta é um exemplo de excelência na gestão e de respeito aos direitos do cidadão.

“Com este sistema nós ainda não resolvemos todos os problemas, mas estamos em constante aprimoramento para melhorar o atendimento e dar mais conforto aos segurados”, disse o ministro Gabas na reunião. Ele salientou que a ferramenta foi desenvolvida exclusivamente por servidores da casa, em software livre. O presidente Valdir Simão destacou que a Sala de Monitoramento pode ser acessada por todos os níveis administrativos do INSS, da presidência ao gerente da APS. “O gerente de agência é o principal gestor da Previdência Social. Se ele tiver sucesso, nós teremos sucesso”, disse.

A sala mostra, em tempo real, quantas pessoas estão esperando o atendimento no momento, quantas já foram atendidas, o tempo de prestação do serviço, além do número de servidores e recursos tecnológicos disponíveis. Pelo acompanhamento da sala é possível analisar os indicadores de qualidade do atendimento, tais como o Tempo Média de Espera no Atendimento Agendado (TMEA). As informações podem ser visualizadas individualmente em cada agência, por grupo de APS de uma determinada Gerência Executiva, por estado ou até um quadro geral da rede de todo o país.

“O atendimento é na hora. Então também temos que ter na hora a resposta para qualquer problema que acontece”, disse o diretor de Atendimento. Ele enfatizou ainda o ganho proporcionado ao gestor por ter à sua disposição um sistema que permite a visão simultânea de diversas informações que antes estavam dispersas em diferentes sistemas do INSS, e cuja extração demandava tempo razoável. “Antes, quando caía um circuito em uma APS, demorávamos dias para retomá-lo. Hoje fazemos isso em horas e podemos dar uma resposta precisa ao segurado sobre quanto ele precisará esperar para ser atendido”, explicou.

Outro exemplo citado aos jornalistas, de melhora proporcionada pela Sala de Monitoramento, é a possibilidade do gerente de constatar que o tempo de espera para determinado serviço está fora da normalidade e realocar mão-de-obra para corrigir o problema e evitar que os segurados esperem demais.

Fanan também apresentou as metas de melhoria do atendimento pactuadas por todos os gerentes de APS no Plano de Ação do INSS para 2010, e cuja evolução também é acompanhada por meio da Sala de Monitoramento, com avaliação trimestral. A sala permite, ainda, o acompanhamento detalhado das obras do Plano de Expansão do Atendimento (PEX) que cria 720 novas APS em todo o país em cidades com mais de 20 mil habitantes.

Informações para a Imprensa
(61) 2021-5113
ACS/MPS

ATENDIMENTO 2: Sistema permite ao INSS monitorar atendimento nas agências em tempo real

12/08/2010 18:00

Inovação tecnológica auxilia os gestores do Instituto a aprimorar e melhorar os serviços aos segurados

Da Redação (Brasília) – Em sua visita ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, conheceu a Sala de Monitoramento do Atendimento, uma inovação tecnológica que permitiu aprimorar a gestão dos serviços previdenciários. O sistema permite aos gestores do instituto acompanhar, em tempo real, o que acontece nas atuais 1.136 Agências da Previdência Social (APS), fornecendo informações que subsidiam a melhoria do atendimento aos segurados.

Na sala, o Painel de Monitoramento permite a visualização, de uma vez, de diversas informações relativas ao atendimento, que antes estavam dispersas em diferentes sistemas do INSS. Entre as informações visualizadas, por exemplo, estão a quantidade de pessoas esperando para serem atendidas na agência, o tempo médio de espera, a duração do atendimento no guichê, o horário de funcionamento da unidade, circuitos e sistemas que estão inoperantes, a quantidade de equipamentos de informática disponíveis nas unidades, dentre outras.

O Painel e a Sala de Monitoramento do Atendimento foram criados e implementados com o objetivo de aperfeiçoar as estratégias de gerenciamento, auxiliando os servidores nos desafios diários. E garantir que qualquer problema seja detectado rapidamente, para que o INSS aja prontamente para que os serviços sejam restabelecidos no menor tempo possível.

Por meio das informações disponíveis é possível visualizar a situação do atendimento em qualquer APS do Brasil; em um determinado grupo de agências de uma das 100 gerências executivas do INSS; em uma das cinco superintendências regionais ou mesmo em todo o país.

Estas informações estão disponibilizadas de modo transparente em todos os níveis da organização, com integração das áreas com foco no processo de atendimento ao cidadão.

Os dados são acompanhados permanentemente por uma equipe da Diretoria de Atendimento do INSS, que entra em contato com o gerente da agência em que foi detectada a anormalidade, para que ele tome as providências necessárias.

O Painel de Monitoramento é uma ferramenta desenvolvida por servidores do INSS, com base nos indicadores de qualidade, definidos no Plano de Ação do instituto.

Informações para a Imprensa
(61) 2021-5113
ACS/MPS

ATENDIMENTO 1: Presidente da República lança emissão de contracheque para segurados do INSS

12/08/2010 17:48

Inicialmente, poderão imprimir o demonstrativo mensal 13 milhões dos 27 milhões de beneficiários

Da Redação (Brasília) – Cerca de 13 milhões de beneficiários da Previdência Social, que recebem pelo Banco do Brasil, Banco Mercantil do Brasil e Bradesco, já podem acessar, nos terminais de auto-atendimento, o comprovante mensal de pagamento. O novo serviço é decorrente do contrato firmado entre o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e os bancos pagadores de benefícios. Até o final de setembro, todos os mais de 27 milhões de beneficiários poderão imprimir o comprovante mensal nos caixas-eletrônicos.

Atualmente as informações de pagamentos (contracheque) dos beneficiários da Previdência Social podem ser consultadas na página do Ministério da Previdência Social na internet ou em qualquer Agência da Previdência Social.

A impressão do comprovante mensal será especialmente útil para os beneficiários sem acesso à internet, que precisavam se deslocar a uma Agência da Previdência Social para obter o documento, e para os que recebem por cartão magnético e tinham direito apenas ao saque dos valores.

A impressão do comprovante será feita com a utilização do cartão de pagamento de benefício ou da conta corrente, utilizando senha e observando os critérios de segurança de cada instituição financeira.

O Banco do Brasil, atualmente paga 6,9 milhões de beneficiários da Previdência Social, o Bradesco, 5,7 milhões, e, o Banco Mercantil do Brasil, 293 mil.

Serviços – O contrato do INSS com os bancos pagadores de benefícios representam um ganho de qualidade para os beneficiários. Além da impressão do comprovante, que entra em vigor agora, desde janeiro os beneficiários aposentados e pensionistas têm direito a novos serviços sem qualquer custo:

  • Transferência entre contas – Os beneficiários da Previdência podem transferir o valor total do benefício para outra conta bancária de sua titularidade, uma vez a cada mês. O serviço será feito gratuitamente por meio de Transferência Eletrônica Disponível (TED) ou de Documento de Crédito (DOC). O usuário também poderá autorizar o banco a fazer transferência automática;
  • Tarifa zero – Se o usuário pedir a migração do seu cartão magnético para conta corrente, o banco deverá garantir a ele todas as facilidades do Pacote de Tarifa Zero previstas pelo Banco Central. Entre os serviços gratuitos estão o fornecimento de 10 folhas de cheques por mês; realização de até quatro saques, por mês, em guichê de caixa, por cheque, cheque avulso, ou em terminal de auto-atendimento; fornecimento de até dois extratos contendo a movimentação do mês por meio de terminal de auto-atendimento; realização de consultas mediante utilização da internet; e a realização de duas transferências de recursos entre contas na própria instituição, por mês, em guichê de caixa, em terminal de auto-atendimento ou pela internet.
  • Cadastro/Censo – Os bancos farão a renovação anual da senha do usuário e a atualização do endereço, independente do tipo de benefício previdenciário pago. Os dados serão repassados ao INSS, garantindo a permanente atualização dos dados cadastrais relativos a todos os benefícios e conseqüente melhoria na gestão da folha de pagamento. Essa atualização permitirá que a Previdência cumpra, de forma mais ágil, a Lei 8.212 que determina a atualização do cadastro de censo dos aposentados e pensionistas a cada cinco anos.
  • Informações para a Imprensa
    (61) 2021-5113
    ACS/MPS

ATENDIMENTO: Servidores da Previdência são capacitados em diversidade social

23/06/2010 18:26

Ministro Gabas recebe representantes da comunidade LGBT

Da Redação (Brasília) – O ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, recebeu nesta quarta-feira (23) o presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Toni Reis, e a presidente do grupo Dignidade, uma ONG do Paraná que atua na promoção da cidadania LGBT, Rafaelly Wiest. O ministro informou aos ativistas sobre as ações do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para capacitar os servidores do instituto para o atendimento à comunidade LGBT.

O conteúdo das atividades de capacitação foi elaborado com material e apoio técnico da Coordenação-Geral/LGBT da Secretaria de Recursos Humanos da Presidência da República. Durante essas capacitações também são abordados outros temas relativos à diversidade social, como preconceito racial, contra o idoso e contra pessoas com necessidades especiais. Em 2010 estão programadas seis atividades de capacitação, abrangendo 25.100 servidores.

Desde 2001, em razão da Ação Civil Pública nº 2000.71.00.009347-0, o INSS reconhece administrativamente o direito a pensão por morte e auxílio-reclusão para dependentes de companheiro(a) homossexual de segurado(a), desde que comprovada a vida em comum.

Informações para a Imprensa
(61) 2021-5113
ACS/MPS

ATENDIMENTO: Previdência oferece novo serviço para esclarecer dúvidas

11/06/2010 11:00

Canal de comunicação facilita interação entre internautas e PREVCartas

Da Redação (Brasília) – O Ministério da Previdência Social (MPS) abriu mais um canal de comunicação com a população ao criar uma conta no Formspring, site que facilita a interação entre os internautas e o MPS. A Assessoria de Comunicação Social é a responsável por responder às dúvidas que chegam ao órgão.

Pelo endereço http://www.formspring.me/previdenciasoci, os usuários que tiverem dúvidas obtêm mais esclarecimentos sobre os benefícios. As perguntas podem ser feitas por qualquer pessoa e são respondidas diretamente por uma equipe especializada em legislação previdenciária em até 72 horas.

Desde seu lançamento, o site já respondeu a 76 questionamentos que vão desde como participar do Regime Geral da Previdência Social (RGPS) no exterior até os procedimentos para obter aposentadoria rural.

O serviço funciona em conjunto com o Twitter do MPS (@previdencia), onde são divulgados os links para cada dúvida respondida.

Outros canais - O canal é aberto a todos, mas responderá apenas perguntas gerais sobre previdência. Para casos particulares que requeiram atendimento específico, os melhores caminhos continuam sendo a Central 135 e a Ouvidoria Geral, que pode ser acessada no Portal da Previdência.

Informações para a Imprensa
Leonardo Fontes
(61) 2021-5113
ACS/MPS