COMBATE ÀS FRAUDES: Força-Tarefa realiza ação contra fraudes no norte fluminense

Publicado: 16/05/2018 17:57
Última modificação: 16/05/2018 17:58

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária em Campos dos Goytacazes (RJ) e São João da Barra (RJ)

Da Redação (Brasília) – A Polícia Federal, em parceria com a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária ( COINP) da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda, cumpriu quatro mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão temporária, nos municípios de Campos dos Goytacazes (RJ) e São João da Barra (RJ), na manhã desta quarta-feira (16).

Trata-se de mais uma ação de combate a fraudes a benefícios por incapacidade no norte fluminense, desenvolvida como desdobramento da Operação Cardiopatas, deflagrada em dezembro de 2017.

O investigado preso, portador de artrose grave no joelho, era o integrante da organização criminosa responsável por submeter-se a exames médicos de imagem, fazendo-se passar pelos clientes da quadrilha, os quais não possuíam nenhuma doença ortopédica. Após a obtenção dos laudos dos exames ideologicamente falsos, a organização criminosa  utilizava estes documentos nas perícias do INSS para obter benefícios por incapacidade fraudulentos.

Operação Cardiopatas –  A ação que ocorreu em 8 de dezembro de 2017 contou com 120 policiais federais e dois analistas de inteligência previdenciária para o  cumprimento de 12 mandados de prisão preventiva, três de prisão temporária, 15 de busca e apreensão e 20 de condução coercitiva, nos municípios de Campos dos Goytacazes, São João da Barra, Italva e Casimiro de Abreu.

Entre os investigados estão técnicos do seguro social, médicos peritos, médicos particulares, agenciadores de benefícios e cooptados.

A denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal ( MPF) já foi recebida pela 1° Vara Criminal do Rio de Janeiro e os réus responderão pelos delitos de integrar organização criminosa, peculato, corrupção e estelionato previdenciário.

Durante a investigação foram comprovadas fraudes relacionadas a pelo menos 67 beneficiários de auxílio-doença  e aposentadoria por invalidez, gerando um prejuízo apurado de, no mínimo, R$11.385.441,76 aos cofres da Previdência Social.

Força-Tarefa Previdenciária – A parceria é integrada pela Secretaria de Previdência, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, e atua no combate a crimes contra o sistema previdenciário. Na Secretaria de Previdência, a COINP é a área responsável por identificar e analisar distorções que envolvem indícios de fraudes estruturadas contra a Previdência.

 

Informações para a imprensa

(61) 2021-5109

ascom.mps@previdencia.gov.br

Secretaria de Previdência

INSS: Requerer aposentadoria por idade e salário maternidade fica mais fácil a partir  21 de maio

Publicado: 16/05/2018 16:37
Última modificação: 16/05/2018 16:38

Medida representa fim do tempo de espera para ser atendido

Da Redação (Brasília) – A partir da próxima segunda-feira (21), os benefícios urbanos de aposentadoria por idade e salário-maternidade somente serão concedidos na modalidade à distância. O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) utilizará as informações previdenciárias  já constantes em seus sistemas para o reconhecimento do direito e para a concessão automática do benefício.

Os segurados poderão requerer esses benefícios por meio do Meu INSS (inss.gov.br) ou pela Central 135. O cidadão passará a receber o protocolo de atendimento, sem precisar agendar data para ser atendido na agência. O acompanhamento dos pedidos de beneficio ocorrerá por meio destes canais eletrônicos e, somente se necessário, o segurado será chamado para ir à agência do INSS.

Com a mudança, não haverá mais falta de vaga e, caso precise ir a uma agência para apresentar algum documento, o cidadão terá a garantia de ser atendido em uma agência perto da sua residência. Além do mais, a mudança representa o fim do tempo de espera para ser atendido.

O INSS espera que com a ampliação da concessão automática, o tempo de análise dos benefícios seja reduzido, ou seja, os cidadãos poderão saber a resposta mais rapidamente. Em breve, outros benefícios também passarão a ser solicitados dessa forma.

Meu INSS – O canal já tem mais de sete milhões de usuários cadastrados e é acessível pelo computador ou pelo celular.

O instituto vem trabalhando para a melhoria do Meu INSS: canal que permite ao cidadão acompanhar o andamento do seu pedido sem sair de casa, consultar extratos e ter acesso a outros serviços do INSS.

E, a partir do dia 24 de maio, vários serviços que antes eram atendidos somente no atendimento espontâneo agora serão realizados com dia e horários marcados, bastando fazer o agendamento pelo Meu INSS ou telefone 135. Confira a lista dos novos serviços agendáveis abaixo.

(Com informações do INSS).

 

Lista dos serviços que passarão a ser atendidos com agendamento:

Alterar meio de pagamento

Atualizar dados cadastrais do beneficiário

Atualizar dados do Imposto de Renda – Atualização de dependentes

Atualizar dados do Imposto de Renda – Declaração de Saída Definitiva do País

Atualizar dados do Imposto de Renda – Retificação de DIRF

Cadastrar Declaração de Cárcere

Cadastrar ou atualizar dependentes para Salário-família

Cadastrar ou Renovar Procuração

Cadastrar ou Renovar Representante legal

Desbloqueio do Benefício para Empréstimo

Desistir de Aposentadoria

Emitir Certidão de Inexistência de Dependentes Habilitados à

Pensão por Morte

Emitir Certidão para saque de PIS/PASEP/FGTS

Reativar Benefício

Reativar Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência suspenso por inclusão no mercado de trabalho

Renunciar cota de Pensão por Morte ou Auxílio-Reclusão

Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido

Solicitar Valor não Recebido até a Data do Óbito do Beneficiário

Suspender Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência para inclusão no mercado de trabalho

Transferir Benefício para outra Agência

 

Informações para Imprensa:

Vanessa Marques e Marcela Matos

(61) 3313 4800

Assessoria do INSS

 

INSS: Senha do Meu INSS fica mais fácil

Publicado: 15/05/2018 10:21
Última modificação: 15/05/2018 16:23

Não é mais preciso usar o caractere especial na hora de fazer a senha

Da Redação (Brasil) – A central de serviços Meu INSS, lançada ano passado, está em constante evolução para melhorar seu acesso pelos cidadãos. Não é mais preciso usar um caractere especial (&*¨%$#@) na hora de fazer a senha. Basta agora 9 dígitos e ter, pelo menos, uma letra maiúscula, outra minúscula e um número. A ideia é facilitar a vida do segurado ao fazer e ao se lembrar da senha nos próximos acessos.

Outras melhorias estão sendo realizadas para simplificar o cadastro no Meu INSS que já tem mais de sete milhões de usuários cadastrados. Pela ferramenta o cidadão pode acompanhar o andamento do seu pedido sem sair de casa, consultar extratos e ter acesso a vários serviços do INSS. O aplicativo do Meu INSS também está disponível para celulares smartphones.

Evolução – Desde o início do ano os botões salário-maternidade e aposentadoria por idade entraram no Meu INSS pois, ao solicitar o benefício, é realizada uma busca para saber se já pode ser concedido automaticamente. Se não for possível, o sistema irá direcionar o cidadão para agendar atendimento presencial.

A Simulação do tempo de contribuição (popularmente conhecida como calculadora do INSS) também entrou no Meu INSS esse ano. A ferramenta calcula quanto tempo falta para se aposentar por meio de uma busca automática das informações do segurado nos sistemas do INSS.

Dúvida – Ao fazer o cadastro, é bom ter em mãos documentos e carteira de trabalho, pois algumas perguntas são realizadas para conferir a identidade do usuário tais como datas de recebimento de benefícios ou de realização de contribuições, nomes de empresas onde trabalhou e valores recebidos.

Se errar mais de uma pergunta, o segurado pode aguardar 24 horas para tentar novamente ou ligar para o 135 e, em último caso, ir à agência do INSS.

A senha de acesso ao Meu INSS também pode ser conseguida diretamente no banco. Itaú, Banco do Brasil e Banco Mercantil já oferecem a possibilidade aos seus clientes, por meio do menu ‘Previdência’. Em breve, outras instituições bancárias também disponibilizarão o serviço.

Conheça os serviços e esclareça as suas dúvidas sobre o Meu INSS no Site do INSS (www.inss.gov.br).

 Informações para Imprensa:

Marcela Matos

(61) 3313 4387

Assessoria de Comunicação INSS

BENEFÍCIOS: Auxílio-reclusão garante proteção à família do segurado recluso de baixa renda

Publicado: 02/05/2018 15:20
Última modificação: 02/05/2018 15:21

INSS explica operacionalização do auxílio e desmitifica boatos a respeito do benefício

Da Redação (Brasília ) – A veiculação de informações inverídicas e boatos sobre o benefício do auxílio-reclusão tem sido constante nas redes sociais e outras mídias. Contudo, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) esclarece as reais condições para recebimento do benefício que existe para garantir amparo à família do segurado recluso de baixa renda.

O benefício está previsto na Constituição Federal. O artigo 201, no capítulo relativo à Previdência Social, cita o direito ao “auxílio-reclusão para os dependentes dos segurados de baixa renda”.

A Lei nº 8.213/91, publicada um ano após a criação do INSS e que dispõe sobre os Planos de Benefícios da Previdência Social, também cita o auxílio-reclusão como um dos direito dos “dependentes do segurado que for recluso em regime semiaberto ou fechado e que não receba remuneração da empresa, auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência”.

 Renda – Para a análise do direito ao benefício, é verificado o último salário recebido pelo segurado recluso, também chamado de salário de contribuição.  A família do segurado recluso só vai receber o benefício se a última remuneração do preso for igual ou inferior a R$ 1.319,18. Esse valor é atualizado anualmente, por meio de Portaria do Ministério da Fazenda.

Se o segurado estiver desempregado no mês em que foi preso, mas ainda estiver em período de “qualidade de segurado” – ou seja, ainda manter os direitos previdenciários –  será então considerado como remuneração o último salário que o segurado recluso tiver recebido para a avaliação do direito ao benefício.

Cálculo – Outra confusão muito comum que as pessoas fazem em relação ao benefício é quanto à forma como é calculado o valor que a família do preso vai receber. O cálculo do valor do benefício é igual ao da pensão por morte, outro benefício do INSS que também é direcionado para amparar a família do segurado.

Para ambos é utilizado o mesmo cálculo para análise do benefício da aposentadoria por invalidez, ou seja, 100% do valor que o segurado recebia antes de estar impedido de trabalhar. O objetivo é garantir melhores condições para amparo da família do segurado falecido ou recluso.

Além disso, os sistemas do INSS calculam o valor dos benefícios previdenciários da seguinte forma: são utilizadas todas as contribuições previdenciárias que o segurado realizou, mas retiradas as 20% menores. Daí, a média aritmética dessa conta corresponde ao valor do benefício. A finalidade é também garantir melhores condições para os segurados e seus dependentes. E por isso pode ocorrer de o valor recebido pelos dependentes do segurado recluso ser maior que R$ 1.319,18.

Proteção – Para ter direito ao auxílio-reclusão, é preciso comprovar que é dependente do segurado recluso. E o valor do benefício é dividido em partes iguais entre todos os dependentes.

De modo geral, o auxílio-reclusão tem o objetivo de assegurar a manutenção e sobrevivência da família do segurado de baixa renda que contribuiu para o INSS durante sua vida laboral e, que portanto, gerou o direito de ter sua família amparada em caso de reclusão, conforme assegurado pela legislação previdenciária.

Saiba mais sobre o benefício do auxílio-reclusão no Portal do INSS (www.inss.gov.br).

 

Informações para Imprensa

Marcela Matos

(61) 3313 4387

Assessoria de Comunicação do INSS

SERVIÇO: Senha de acesso ao Meu INSS começa a ser tirada direto na rede bancária

Publicado: 06/04/2018 10:49
Última modificação: 06/04/2018 10:49

Serviço de Internet Banking do Itaú e do Banco Mercantil já oferece a possibilidade aos seus clientes

 

Da Redação (Brasília) – A senha de acesso à Central de Serviços Meu INSS também poderá ser conseguida diretamente no banco. O Serviço de Internet Banking do Itaú e do Banco Mercantil já oferecem a possibilidade aos seus clientes, por meio do menu ‘Previdência’.

Outras instituições bancárias deverão propiciar o serviço também pelos seus canais remotos, tais como a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Banco do Brasil.

Login & Senha

Meu INSS é uma ferramenta criada para facilitar a vida dos segurados. Acessível por meio de computador ou celular. Permite fazer agendamentos e realizar consultas. O segurado acessa e acompanha todas as informações da sua vida laboral (ou seja, sua história de trabalho) como dados sobre contribuições previdenciárias, empregadores e períodos trabalhados.

Alguns serviços do Meu INSS precisam de senha e login para acesso. Para fazer o cadastro, é preciso CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado onde nasceu. Algumas perguntas são realizadas para conferir a identidade do usuário. Ao respondê-las corretamente será gerado um código de acesso provisório para que o cidadão possa acessar o site meu.inss.gov.br (outro endereço possível para visualizar o Meu INSS).

Com o código em mãos, o segurado deve fazer login e senha. Logo em seguida, aparecerá a mensagem “senha expirada” para que o cidadão crie sua própria senha, que deve ser: alfanumérica, ter 9 dígitos, conter um caractere especial (#@$%!*-/+.), ter pelo menos uma letra maiúscula e outra minúscula. Ex: Seguranca*.

Em caso de dúvidas, o cidadão pode ligar no 135.

Conheça os serviços e tire suas dúvidas na página do Meu INSS, aqui no Site do INSS. (Fonte: INSS)

 

Informações para Jornalistas:

Marcela Matos

(61) 3313 4387

DF: Extrato do INSS para transporte público pode ser obtido pela internet

Publicado: 18/01/2018 11:44
Última modificação: 18/01/2018 11:44

Serviços estão disponíveis também na rede Na Hora

 

De Brasília (DF) – Segurados do INSS no Distrito Federal, que precisem de extrato previdenciário, para requerer o benefício da gratuidade no transporte público do DF, podem obter o documento pela internet, no endereço https://www.inss.gov.br/

Basta clicar nas áreas de acesso:  “Meu INSS – Extrato Previdenciário (CNIS)”. E fazer a senha, caso ainda não tenha.

Esse documentos também estão disponíveis pelo celular, por meio do aplicativo Meu INSS – Central de Serviços, nas plataformas IOS (App Store)  e Android (Play Store).

O INSS orienta aos segurados guardar e proteger sua senha, pois ela será útil sempre que precisarem de serviços do INSS pela internet, tais como o próprio Extrato Previdenciário (CNIS), Histórico de Crédito de Benefício, Carta de Concessão, ou Consulta de Declaração de Benefício (nada consta) etc.

Além da rede de agências do INSS no DF, que funciona no horário de 7 às 17 horas, os mesmos serviços estão disponíveis também nas representações do INSS no “Na Hora” da Rodoviária do Plano Piloto, em Taguatinga, no Gama e em Sobradinho.

 

Informações para imprensa

Verônica Assumpção

(61) 3319-2673

SP: INSS procura imóvel para alugar na zona sul da capital

Publicado: 18/09/2017 16:02
Última modificação: 18/09/2017 16:02

Propostas devem ser apresentadas até 18 de outubro

De São Paulo (SP) –  O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está procurando imóvel para alugar na zona sul da capital paulista, de preferência nos bairros do Jabaquara, Vila Monte Alegre e Vila Guarani. O imóvel deve ter área construída de 900 a 1500 m². As propostas devem ser entregues na Rua Santa Cruz, 747, 2.º subsolo, Vila Mariana, das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira, até as 17h do dia 18 de outubro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3503-3627 ou pelo e-mail logsps@inss.gov.br, da Seção de Logística da Gerência Executiva do INSS São Paulo-Sul.

O imóvel deve estar localizado próximo a pontos de acesso a transporte público e à rede bancária, estar de acordo com as normas de acessibilidade, ter rede elétrica e hidráulica em bom estado de conservação e no mínimo quatro sanitários, para que seja instalada uma unidade de atendimento ao público.

Informações para a imprensa
(11) 3544-3514
imprensasp@inss.gov.br
ACS Superintendência Sudeste I

SP: INSS procura imóvel para alugar em Marília/SP

Publicado: 12/09/2017 15:35
Última modificação: 12/09/2017 15:38

Propostas devem ser apresentadas até 26 de setembro

De São Paulo (SP) – O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está procurando imóvel para alugar na cidade de Marília (SP), com área construída de 2.500 a 3.000 m². As propostas devem ser entregues na Seção de Logística da Gerência Executiva do INSS em Marília, na Avenida Sampaio Vidal, 904, centro, de segunda a sexta-feira, até as 15h do dia 26 de setembro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (14) 3311-7329 ou pelo site logmri@inss.gov.br.

O imóvel deve preferencialmente ter pontos de lógica e de eletricidade, ar- condicionado e rede para instalação de telefone, além de garagem ou estacionamento.

Informações para a imprensa
(11) 3544-3514
imprensasp@inss.gov.br
ACS Superintendência Sudeste I

SP: INSS oferece terreno na zona sul da capital paulista para locação

Publicado: 30/08/2017 17:00
Última modificação: 30/08/2017 17:01

Propostas devem ser entregues até 29 de setembro

De São Paulo (SP) – O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) disponibiliza para locação um terreno na Avenida Senador Teotônio Vilela, 1.430, Cidade Dutra, na zona sul da capital de São Paulo (tabela abaixo). A licitação de concorrência vai ser realizada às 10h do dia 29 de setembro, na sala de reuniões do Serviço de Logística da Superintendência Sudeste I do INSS, no Viaduto Santa Ifigênia, 266, 4º andar, centro.

Os interessados podem obter cópia do edital de licitação na Seção de Logística da Gerência Executiva do INSS São Paulo-Sul, na Rua Santa Cruz, 747, 2.º subsolo, Vila Mariana, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. As propostas poderão ser entregues na Rua Santa Cruz até o dia 28 de setembro ou, no dia 29, até as 10h, no Viaduto Santa Ifigênia.

Para participar da licitação, os interessados deverão depositar, na Caixa Econômica Federal (CEF), caução de participação de cinco por cento do valor anual da locação, até um dia antes da data da concorrência. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3503-3625 ou pelo e-mail logsps@inss.gov.br, da Seção de Logística da Gerência Sul.

 

Endereço do terreno: Tipo de imóvel Área em m²  

Preço mínimo

mensal (R$):

 

Prazo de locação:

Av. Senador Teotônio Vilela, 1.430, Cidade Dutra (esquina com a Rua Nossa Senhora do Outeiro) Terreno plano, retangular, com pavimentação deteriorada e mato crescendo 211,39 m² R$ 2.360,00 / mês 30 meses, prorrogável por 1 vez por igual período, limitado a 60 meses

Informações para a imprensa
(11) 3544-3514
assessoria.impsp@inss.gov.br
ACS Superintendência Sudeste I

BENEFÍCIOS: MDS e INSS iniciam convocação dos aposentados por invalidez

Publicado: 29/08/2017 19:02
Última modificação: 29/08/2017 19:03

Segurados têm cinco dias a partir do recebimento da carta para entrar em contato com a Central 135

Da Redação (Brasília) – O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) iniciaram, na última  sexta-feira (25), o envio das cartas de convocação dos aposentados por invalidez. A previsão é de que as primeiras perícias médicas comecem em setembro – considerando os prazos de entrega das correspondências e de contato dos segurados pelo número 135 para a marcação do agendamento.

Neste primeiro lote, foram enviadas 22.057 cartas para 25 Estados e o Distrito Federal – com exceção de Roraima. Os aposentados por invalidez com menos de 60 anos e que estão com o benefício sem revisão há mais de dois anos estão sendo convocados. No total, um milhão de segurados serão convocados.

Segundo o secretário-executivo do MDS, Alberto Beltrame, a conclusão do processo de revisão tem prazo legal até dezembro de 2018. A economia prevista ao final do pente-fino é de R$ 10 bilhões. “Esses recursos deveriam estar sendo utilizados por quem realmente necessita. Essa é nossa prioridade”, ressalta.

Quem receber a carta deve entrar em contato com o INSS pelo número 135 em até cinco dias corridos (exceto domingo) e agendar a perícia. Quem não fizer o agendamento terá o benefício suspenso.

A partir da suspensão, são contados 60 dias para que se marque a perícia. Se o agendamento for feito nesse prazo, o benefício é liberado até a realização da perícia. Passados os 60 dias sem que o beneficiário se manifeste, o benefício será cessado.

Auxílio-doença –  Até o dia 4 de agosto, foram realizadas 210.649 perícias com 168.396 benefícios cancelados. A ausência de convocados levou ao cancelamento de outros 20.304 benefícios.

Além disso, 33.798 benefícios foram convertidos em aposentadoria por invalidez, 1.892 em auxílio-acidente, 1.105 em aposentadoria por invalidez com acréscimo de 25% no valor do benefício e 5.458 pessoas foram encaminhadas para reabilitação profissional. Ao todo, 530.191 benefícios de auxílio-doença serão revisados. A economia anual estimada até agora é de R$ 2,7 bilhões.

Informações sobre os programas do MDS:
0800 707 2003

Informações para a imprensa:

(61) 2030-1505
www.mds.gov.br/area-de-imprensa
Ascom/MDS

SP: INSS procura imóvel para alugar nas cidades de Atibaia, Monte Aprazível e Batatais

Publicado: 29/08/2017 17:18
Última modificação: 29/08/2017 17:21

Imóveis devem se localizar em área central

De São Paulo (SP) – O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está procurando imóvel para alugar nas cidades paulistas de Atibaia, Monte Aprazível e Batatais. As propostas devem ser entregues no setor de Logística da Gerência Executiva do INSS da região (endereços e prazos abaixo). Preferencialmente, os imóveis devem se localizar em área central, próximos de transporte público, adequados às normas de acessibilidade e com sistema elétrico e rede de telefonia, entre outras condições.

Cidade: Metragem exigida: Gerência do INSS responsável: Endereço aonde comparecer: Telefone e e-mail para mais informações Prazo
Atibaia 700 a 1.500 m² Jundiaí Rua Barão de Jundiaí, 1.150, 2º andar, Centro, Jundiaí (11) 3379-6730 ou logjdi@inss.gov.br Até as 14h do dia 31 de agosto
Monte Aprazível 350 a 500 m² São José do Rio Preto Avenida Bady Bassitt, 3.268, 5.º andar, Bairro Boa Vista, São José do Rio Preto (17) 3121-2439 ou logsrp@inss.gov.br. até as 10h do dia 5 de setembro
Batatais 300 a 500 m² Ribeirão Preto Rua Amador Bueno, 479, 6.º andar, Centro, Ribeirão Preto (16) 3211-4612 ou logrbp@inss.gov.br. Até as 16h do dia 11 de setembro

 

Informações para a imprensa
(11) 3544-3514
assessoria.impsp@inss.gov.br
ACS Superintendência Sudeste I

SP: INSS procura imóvel para alugar em Monte Aprazível

Publicado: 21/08/2017 15:46
Última modificação: 21/08/2017 17:53

Propostas devem ser apresentadas até 5 de setembro

De São Paulo (SP) – O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está procurando imóvel para alugar na cidade de Monte Aprazível, em São Paulo, com metragem entre 350 e 500 m². As propostas deverão ser entregues na Seção de Logística da Gerência Executiva do INSS em São José do Rio Preto, na Avenida Bady Bassitt, 3.268, 5.º andar, Bairro Boa Vista, até as 10h do dia 5 de setembro.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (17) 3121-2439 ou pelo e-mail logsrp@inss.gov.br. O imóvel deve estar adequado às normas de acessibilidade, com instalações de pontos de lógica, rede elétrica e de telefonia, ar-condicionado e divisórias para salas.

Informações para a imprensa
(11) 3544-3514
assessoria.impsp@inss.gov.br
ACS Superintendência Sudeste I

 

SP: INSS procura imóvel para alugar em Atibaia

Publicado: 17/08/2017 16:38
Última modificação: 17/08/2017 16:38

Propostas devem ser apresentadas até 31 de agosto 

Da Redação (Brasília) – O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está procurando imóvel para alugar na cidade de Atibaia, em São Paulo, com metragem entre 700 e 1.500 m². As propostas devem ser entregues na Seção de Logística da Gerência Executiva do INSS em Jundiaí, na Rua Barão de Jundiaí, 1.150, centro, 2º andar, de segunda a sexta-feira, até as 14h do dia 31 deste mês. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3379-6730.

A locação será por 36 meses, prorrogável por igual período. O imóvel deve se  localizar na área central da cidade de Atibaia ou em bairros nos arredores do centro, próximo de transporte público e adequado às normas de acessibilidade e ao layout do INSS, incluindo sistema elétrico, rede de telefonia e climatização.

Informações para a imprensa

(11) 3544-3514

assessoria.impsp@inss.gov.br

ACS Superintendência Sudeste I

           

ATENDIMENTO: Novo portal reúne principais serviços do INSS

Publicado: 05/06/2017 15:30
Última modificação: 05/06/2017 15:30

Brasileiros no exterior também têm acesso a serviços do Meu INSS

Da Redação – O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) disponibilizou uma nova ferramenta para facilitar a vida dos segurados. O  site Meu INSS (meu.inss.gov.br) pode ser acessado por meio de computador ou celular. A ferramenta permite fazer agendamento e realizar consultas. Desde seu lançamento no início do ano, quase um milhão de usuários já se cadastraram para acessar o portal.

No Meu INSS, o segurado acessa e acompanha todas as informações da sua vida laborativa, como dados sobre contribuições previdenciárias, empregadores e períodos trabalhados. Na ferramenta também estão disponíveis o histórico de crédito, carta de concessão, declaração do benefício (Consta/Nada Consta), declaração de regularidade do contribuinte individual e consulta à revisão de benefício – Artigo 29. Além disso, é possível encontrar uma agência do INSS mais próxima e agendar atendimento.

Celular –  O aplicativo do Meu INSS está disponível para celulares Android. Na loja Play Store (Google) é possível encontrar o App que, em breve, estará disponível também para celulares iPhone. O Instituto destaca que, embora haja outros aplicativos utilizando o nome ‘INSS’ na loja, apenas o do Meu INSS – e o do e-Recursos – são oficiais.

A ideia é que, futuramente, o segurado seja diretamente notificado sobre informações como pagamento de benefícios, exigência de documentos e possibilidade de aposentadoria próxima.

Envio online –  Por meio do Meu INSS já é possível o envio online dos documentos necessários para o reconhecimento do direito. Ao fazer o agendamento, o cidadão é avisado sobre a possibilidade do envio de documentos diretamente pela Internet.  No site estão descritos os procedimentos de como devem ser o formato e o tamanho dos arquivos. Os originais dos documentos digitalizados devem ser apresentados no dia do atendimento agendado.

Login e Senha – Alguns serviços do Meu INSS precisam de senha e login para acesso. Para fazer o cadastro, é preciso CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado de nascimento. Algumas perguntas são realizadas para conferir a identidade do usuário. Ao responder corretamente as perguntas será gerado um código de acesso provisório para que o cidadão possa acessar o site meu.inss.gov.br.

Com o código em mãos, o segurado deve fazer login e senha. Logo em seguida, aparecerá a mensagem “senha expirada” para que o cidadão crie sua própria senha, que deve ser: alfanumérica, ter 9 dígitos, conter um caractere especial (#@$%!*-/+.), ter pelo menos uma letra maiúscula e outra minúscula.

Em caso de dúvidas, o cidadão pode ligar no 135.

Exterior – Os brasileiros que moram fora do Brasil também conseguem acessar o Meu INSS para visualizar, por exemplo, extrato de pagamentos. Caso o segurado não consiga obter a senha durante o cadastro, ele deve tentar novamente após 24h, uma vez que não é possível ligar no 135 fora do país.

INSS Digital – O Meu INSS faz parte de uma das vertentes do novo modelo de fluxo de atendimento e de processos que está sendo pensado para o INSS chamado “INSS Digital”. Trata-se da mudança quanto à forma de interação entre segurados e o Instituto.

Outro segmento do INSS Digital é a ‘prova de conceito’ que está sendo testada atualmente em um conjunto de agências no estado do Rio Grande do Norte e que, em breve, será expandida nacionalmente. Esse novo fluxo de atendimento que combina aspectos presenciais e remotos busca facilitar a vida do segurado.

Informações para a imprensa

Marcela Matos

(61) 3313 4387

ACS INSS

 

SP: Instituto realiza mutirão com orientações sobre a Previdência na estação Osasco da CPTM

Publicado: 29/05/2017 15:42
Última modificação: 30/05/2017 16:45

Técnicos já passaram por seis estações da CPTM

De São Paulo (SP) – Depois de atenderem os passageiros das estações Barra Funda, Tatuapé, Luz, Brás, Pinheiros e Barueri da CPTM, agora os técnicos do INSS passam pela Estação Osasco (na Grande São Paulo) prestando informações sobre os serviços previdenciários. Eles estarão no local nos dias 30 e 31 de maio e 1.º de junho, das 8h30 às 14h30. A ação será realizada no mezanino da estação, na saída que dá acesso ao calçadão, onde funciona o comércio local do centro de Osasco.

Servidores das equipes do Programa de Educação Previdenciária (PEP) das Gerências Executivas do INSS SP-Centro, SP-Leste, SP-Norte, SP-Sul, Osasco e Ribeirão Preto, além dos da Superintendência Regional, participam dessa ação. Entre os serviços que serão prestados está a divulgação dos canais de atendimento remoto do INSS, como o telefone 135 e a nova central de serviços pela internet, o Meu INSS, disponível em meu.inss.gov.br. Nesse endereço, o cidadão pode obter informações sobre contribuições, agendar pedidos de aposentadoria, pensão ou perícia médica, imprimir a carta de concessão do benefício e obter o extrato de pagamento, entre outros. Além disso, haverá distribuição de material informativo sobre os serviços previdenciários

O Programa de Educação Previdenciária foi criado em fevereiro de 2000 e tem como objetivo promover a inclusão de trabalhadores no Sistema Previdenciário, divulgar políticas públicas e valorizar a cidadania.

Parceria – Em novembro de 2016, o INSS firmou parceria exclusiva com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) para desenvolver ações mensais desse tipo em suas estações. Desde dezembro, quando foi feita a primeira ação na Estação Palmeiras-Barra Funda, até o início do mês, quando os técnicos atenderam os passageiros da Estação Barueri, aproximadamente 8.000 pessoas foram atendidas em seis estações.

Informações para a imprensa
Nelmar Rocha
(11) 3544-3514
Assessoria de Comunicação INSS/SP