Publicado: 24/02/2016 15:39
Última modificação: 24/02/2016 15:39

 

  • Ação nº 42: TRÂNSITO – SP
  • Data: 01/07/2015
  • Busca e Apreensão – Servidores: 11
  • Busca e Apreensão – Outros: 33
  • Prejuízo Estimado: 12.000.000,00

 

 

HISTÓRICO

A Força Tarefa Previdenciária – composta pelo Ministério da Previdência Social, Polícia Federal e o Ministério Público Federal – desarticulou nesta quarta-feira (1º/7/2015), em São Paulo, um grupo criminoso que fraudava a Previdência Social com auxílio de servidores públicos, advogados e profissionais da área da saúde. Foram afastados das funções no serviço público, sete peritos médicos e dois técnicos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A operação, intitulada “Trânsito” foi deflagrada em nove cidades do estado.

 

 

MODUS OPERANDI

A ação criminosa consistia no engessamento de membros sem necessidade e apresentação de laudos médicos falsos para a obtenção de auxílio-doença e de benefícios assistenciais, como o Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC-LOAS). Foram apuradas irregularidades em perícias médicas na modalidade trânsito, idealizada para que segurados que estivessem em tratamento fora de seu domicílio pudessem realizar perícias em qualquer Agência da Previdência Social e garantir a manutenção de seus benefícios. Os criminosos se utilizavam desta possibilidade para burlar o agendamento eletrônico e direcionar as perícias a um médico integrante da quadrilha.

Voltar para o topo