Perfil do Secretário de Políticas de Previdência Complementar

Publicado: 13/01/2016 15:46
Última modificação: 13/01/2016 15:46

Carlos de Paula é bacharel em Direito e especialista em Gestão de Pessoas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). É funcionário de carreira do Banco do Brasil, desde 1984. Atua há mais de 20 anos na área de seguros e previdência complementar. De 2003 a 2005, foi Coordenador-Geral de Projetos Especiais e Fomento na Secretaria de Previdência Complementar (SPC), onde se destacou pela coordenação do processo de implantação da Previdência Associativa no Brasil, que hoje conta com mais de 300 mil pessoas protegidas. De janeiro de 2005 a janeiro de 2007, atuou como Diretor de Análise Técnica da SPC. De 2007 a 2008, exerceu o cargo de Diretor da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP).

Retornou à SPC como Secretário-Adjunto, compondo a equipe do projeto de criação da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC), onde atuou como Diretor de Análise Técnica até o final de 2011.

No início de 2012 assumiu a Diretoria de Pessoas e Marketing do IRB Brasil RE e, posteriormente, a Vice-Presidência de Pessoas e Marketing do IRB Brasil RE, compondo a equipe que conduziu o processo de desestatização da empresa.

Em julho de 2014 assumiu o cargo de Diretor-Superintendente da PREVIC quando promoveu um processo profundo de transformação da Autarquia, de modo a adequá-la ao novo cenário. Foram realizadas mais de cem visitas e reuniões com órgãos de governo, sociedade civil e de supervisão, além de um intenso processo de aproximação com outros órgãos de supervisão, como Banco Central, CVM e SUSEP. Sob seu comando foi iniciada a estruturação do novo programa de Supervisão da PREVIC, que deverá alçar a Autarquia a um patamar de atuação em linha com o praticado pelo Banco Central.

Em meados de dezembro de 2015 assumiu o cargo de Secretário de Políticas de Previdência Complementar na Secretaria de Políticas de Previdência Complementar do Ministério do Trabalho e Previdência Social.