COMBATE ÀS FRAUDES

Homem preso em flagrante pela Força-Tarefa é condenado no RJ

Publicado: 04/03/2020 08:10
Última modificação: 04/03/2020 08:10
A pena foi de quatro anos de prisão pela prática de crimes de estelionato e falsidades ideológica e de documentos

Homem preso em flagrante durante ação da Força-Tarefa Previdenciária e Trabalhista é condenado a quatro anos e um mês pela Justiça Federal do Rio de Janeiro. Ele foi detido em junho de 2019 quando tentava desbloquear um benefício previdenciário se passando por procurador de uma segurada. O documento de identificação apresentado na Agência da Previdência Social da Praça da Bandeira (RJ) era falso e supostamente emitido pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo.

O preso sofreu múltiplas condenações por crimes de estelionato e de falsidades desde a década de 1970. Nos últimos cinco anos, ele foi preso ao menos em três ocasiões – janeiro e julho de 2015, e dezembro de 2018. Obteve liberdade em fevereiro de 2019 e preso quatro meses depois em flagrante pela Força-Tarefa Previdenciária e Trabalhista

A sentença foi proferida pela 8ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, na Ação Penal nº 5040387-36.2019.4.02.5101/RJ.

Informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação
(61) 2021-5109/5009
Secretaria de Previdência
Voltar para o topo