COMBATE ÀS FRAUDES

Força-Tarefa deflagra segunda fase da Operação Senes no Piauí

Publicado: 14/02/2020 16:54
Última modificação: 14/02/2020 16:54
Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, além de sequestro de bens imóveis e do bloqueio de valores contra grupo acusado de fraudes previdenciárias

A Força-Tarefa Previdenciária deflagrou, nesta sexta-feira (14), a segunda fase da Operação Senes, com o objetivo de apurar suspeitas de lavagem de dinheiro e de crimes previdenciários na cidade de Parnaíba, no Piauí. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão, além de sequestro de bens imóveis e do bloqueio de valores, determinados pela 1ª Vara Federal Criminal de Teresina.

Os investigados são os mesmos da primeira etapa, que ocorreu em 20 de novembro de 2019, na qual foram cumpridos três mandados de prisão preventiva e nove de busca e apreensão. Os alvos são suspeitos de participar de um grupo organizado especializado na prática de fraudes previdenciárias e falsidade documental há pelo menos 10 anos.

Na primeira fase, segundo a Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, foi identificado prejuízo de pelo menos R$ 7,6 milhões, com o pagamento dos benefícios obtidos de forma indevida, bem como a economia de aproximadamente R$ 13,6 milhões, considerando valores que seriam pagos, de acordo com a expectativa de sobrevida média da população brasileira.

Os investigados respondem na Justiça Federal pelos crimes de estelionato majorado, falsidade ideológica, inserção de dados falsos em sistemas de informação e organização criminosa. Participaram da segunda fase da operação 12 policiais federais da Delegacia de Parnaíba.

Informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação
(61) 2021-5109
Secretaria Especial de Previdência e Trabalho
Voltar para o topo