INTERNACIONAL

Acordo previdenciário: última etapa de negociações entre Brasil e República Tcheca

Publicado: 22/10/2019 12:18
Última modificação: 22/10/2019 12:19
Representantes dos dois países definirão formulários de requerimentos de benefícios previdenciários para operacionalização de acordo

A última rodada de negociações do Acordo de Previdência Social entre o Brasil e a República Tcheca teve início nesta terça-feira (22), em Brasília. O acordo bilateral a ser assinado e ratificado pelos dois países permitirá que brasileiros que residem no país do leste europeu e tchecos que moram no Brasil totalizem os tempos de contribuição em cada país-acordante para requerer benefícios previdenciários futuramente. Hoje, residem no país europeu cerca de 550 brasileiros. No Brasil, moram 500 mil tchecos e descendentes.

Nessa etapa, o objetivo da reunião é que os dois países definam os formulários que serão utilizados para o requerimento de benefícios previdenciários e para deslocamentos temporários. Os documentos são fundamentais para a posterior implementação e operacionalização do acordo.

A assinatura por parte dos chefes de Estado do Brasil e da República Tcheca será o próximo passo na validação do acordo. Depois disso, o documento seguirá para a ratificação pelos dois países. Com isso, os trabalhadores que se deslocarem entre as duas nações estarão isentos das contribuições previdenciárias compulsórias exigidas pelo país em que o trabalhador residir por até dois anos, mantendo o vínculo com o sistema de proteção social do país de origem.

A reunião técnica segue até sexta-feira (25), data em que está previsto o encerramento das negociações.

Informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação
(61) 2021-5109/5009
Secretaria de Previdência
Voltar para o topo