COMBATE ÀS FRAUDES

Força-Tarefa prende mulher acusada de usar documentos falsos para requerer BPC

Publicado: 22/08/2019 18:32
Última modificação: 22/08/2019 18:32
Operação Reiteração teve como objetivo coibir a atuação de grupo criminoso no Rio Grande do Norte

A Operação Reiteração da Força-Tarefa Previdenciária prendeu em flagrante, nesta quinta-feira (22), uma mulher que tentava requerer um benefício junto à Agência da Previdência Social da cidade de Canguaretama (RN). Segundo as investigações, ela participava de um grupo criminoso que atuava em todo o estado e se utilizava de documentos falsos para obter o Benefício de Amparo Social ao Idoso, também chamado de Benefício de Prestação Continuada (BPC) para idosos da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS).

A ação permitirá uma economia estimada de R$ 430 mil em pagamentos futuros que seriam realizados, caso houvesse a concessão dos benefícios – considerando a expectativa de vida e a idade atual da pretensa beneficiária, conforme tabela de mortalidade do IBGE (2016). A estimativa é do Núcleo Regional no Rio Grande do Norte da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

A operação recebeu o nome de Reiteração, porque a mesma mulher presa utilizava nomes diferentes em vários requerimentos, a fim de obter o maior número possível de benefícios.

 

Informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação
(61) 2021-5109
Secretaria Especial de Previdência e Trabalho
Voltar para o topo