Combate às fraudes

Servidor do INSS suspeito de extorsão é preso em flagrante no Espírito Santo

Publicado: 02/07/2019 12:42
Última modificação: 02/07/2019 12:43
Funcionário se apropriava da verba do auxílio-transporte de segurado atendido pelo Serviço de Reabilitação Profissional

A Polícia Federal prendeu um servidor do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em flagrante, nesta segunda-feira (1), em Vitória, no Espírito Santo. O servidor se apropriava da verba de auxílio-transporte destinada a cobrir as despesas com deslocamento de segurado em reabilitação profissional.

 A ação contou com o apoio da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

 O caso foi denunciado pelo segurado à Polícia Civil, que comunicou o fato à PF. De acordo com a investigação, o servidor aguardava o saque do auxílio-transporte e se apropriava da quantia, mediante ameaça de desligar o beneficiário do Serviço de Reabilitação Profissional, caso não recebesse o valor do auxílio.

 A suposta extorsão ocorria na verba destinada à ajuda de custo – o total extorquido ainda não foi apurado. O valor do auxílio varia conforme a distância do deslocamento realizado pelo  segurado.

O ingresso do segurado no Serviço de Reabilitação Profissional depende de encaminhamento pela perícia médica, o que, em geral, ocorre no exame de avaliação de benefício por incapacidade. A reabilitação é destinada a segurados que necessitam de capacitação para atuar em atividade diferente daquela que gerou a incapacidade.

 O servidor preso em flagrante está à disposição da Justiça.

Informações para a imprensa
Assessoria de Comunicação
(61) 2021-5109
Secretaria de Previdência
Voltar para o topo