FORÇA-TAREFA

Membros da mesma família fraudavam a Previdência no Rio

Publicado: 20/09/2018 10:54
Última modificação: 20/09/2018 10:54
Mesmo após a prisão de advogada, parentes dela falsificaram documentos para obter benefícios irregulares

A Força-Tarefa Previdenciária cumpre, na manhã desta quinta-feira (20), quatro mandados de busca e apreensão na cidade do Rio de Janeiro (RJ). A ação combate fraudes em benefícios previdenciários de um grupo criminoso composto por uma advogada e seus familiares.

A advogada já havia sido presa em 2015, durante a operação Boneco, também da Força-Tarefa Previdenciária. Mesmo após a prisão da advogada, contudo, o grupo criminoso continuava recebendo aposentadorias e pensões previdenciárias, concedidas para os integrantes da quadrilha. O grupo usava os próprios nomes ou de personagens criados por eles, valendo-se de documentos falsos para comprovar a condição de dependentes, como cônjuges, companheiros ou filhos menores de idade; ou de certidões de casamento e de nascimento e de comprovação de tempo de contribuição em vínculo empregatício inexistente.

As investigações revelaram ainda que o grupo atuava desde a década de 1990, praticando fraudes em benefícios previdenciários. O prejuízo causado pelo pagamento dos 14 benefícios identificados pela Inteligência Previdenciária totaliza o valor de R$ 2,9 milhões. No entanto, a interrupção dos pagamentos dos benefícios fraudulentos evitará um desvio de mais R$ 9 milhões, levando-se em consideração o tempo em que seriam pagos, com base na expectativa de vida média da população brasileira.

Os investigados responderão pelos crimes de uso de documento falso e de estelionato previdenciário.

A operação teve a participação de 32 policiais federais e três servidores da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária (COINP) da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda. Recebeu o nome de “Em Família”, em alusão ao fato de que os fraudadores pertencem à mesma família, usando os próprios nomes ou de personagens criados.

Força-Tarefa Previdenciária – A Força-Tarefa Previdenciária é integrada pela Secretaria de Previdência, pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, combatendo de maneira integrada os crimes contra o sistema previdenciário. Na Secretaria de Previdência, a COINP é a área de inteligência responsável por identificar e analisar as distorções que envolvem indícios de fraudes estruturadas contra a Previdência.

Informações para a imprensa
Camilla Andrade
(61) 2021-5109/5009
Secretaria de Previdência
Voltar para o topo