FORÇA-TAREFA: Ação conjunta resulta em prisão em flagrante na cidade de Goiânia (GO)

Publicado: 23/11/2017 16:52
Última modificação: 23/11/2017 16:58

Essa foi a 22ª ação de prisão em flagrante realizada neste ano pela Força-Tarefa

Da Redação (Brasília) – Um homem foi preso em flagrante, nesta quarta-feira (22) ao tentar dar entrada em recurso de um benefício de amparo ao idoso (BPC/LOAS) na Agência da Previdência Social em Goiânia (GO), portando documentos falsos.

Por meio de trabalho conjunto entre Secretaria de Previdência e Polícia Federal, constatou-se, no momento da prisão, que o homem possuía três documentos de identificação com nomes diferentes, mas com fotos de uma única pessoa, situação que configurou o flagrante.

O BPC/LOAS é um benefício no valor de um salário mínimo devido à pessoa com deficiência ou ao idoso com 65 anos ou mais que comprove não possuir meios de prover a própria manutenção, nem de tê-la provida por sua família. Para ter direito, é necessário que a renda por pessoa do grupo familiar seja menor que 1/4 do salário mínimo vigente.

Prisões em flagrante – Essa foi a 22ª ação de prisão em flagrante realizada neste ano pela Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária (COINP) da Secretaria de Previdência e órgãos parceiros. Com essas prisões, a Previdência conseguiu economizar mais de R$ 2 milhões com pagamentos indevidos.

Informações para a Imprensa

(61) 2021-5009 e 2021-5109

ascom.mps@previdencia.gov.br

Secretaria de Previdência