COMBATE ÀS FRAUDES: Força Tarefa Previdenciária deflagra operação em Vitória (ES)

Publicado: 16/05/2017 13:03
Última modificação: 16/05/2017 13:03

Os criminosos fraudavam pensões por morte se passando por supostos procuradores

 

Da Redação (Brasília) – A Força Tarefa Previdenciária deflagrou, na manhã de desta terça-feira (16), a Operação LA PENSÃO É MOBILE em Vitória (ES). Durante a ação, foi cumprido um mandado de busca e apreensão em três endereços no município de Serra, região metropolitana de Vitória.

 As investigações tiveram início em janeiro deste ano quando dois supostos procuradores da mesma pensão por morte reivindicavam representar o pensionista, sendo o atual procurador residente no Espírito Santo e uma suposta procuradora residente no estado do Rio de Janeiro. O benefício foi concedido no estado do Rio de Janeiro, transferido para Minas Gerais onde teve outro procurador na época. Depois, voltou para o Rio onde foram efetuadas várias transferências entre Agências da Previdência Social daquele estado, e finalmente transferido novamente para o Espírito Santo, fato que deu nome à operação.

 A fraude ocorreu não apenas nas transferências, mas também na concessão do benefício no qual foram utilizados documentos falsos. Os valores pagos causaram um prejuízo de aproximadamente R$ 470 mil, podendo chegar a um valor em torno de R$ 970 mil, considerando a expectativa de vida da população brasileira. Após análise do material apreendido, será verificado se existem outros benefícios relacionados ao caso.

 Os criminosos responderão pelos crimes de estelionato qualificado, falsidade ideológica, falsidade documental, uso de documento falso e organização criminosa.

 Força-Tarefa Previdenciária – A Força-Tarefa Previdenciária é uma parceria entre a Secretaria de Previdência, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, que visa a combater crimes contra o sistema previdenciário. A COINP é a área responsável por identificar e analisar distorções que envolvem indícios de fraudes contra a Previdência Social e encaminhá-las à Polícia Federal para investigação em regime de força-tarefa.

 

Informações para a Imprensa

Camilla Andrade

(61) 2021-5009 e 2021-5109

ascom.mps@previdencia.gov.br

Secretaria de Previdência