COMBATE ÀS FRAUDES: Força-Tarefa Previdenciária realiza operação contra fraude de benefício no Espírito Santo

Publicado: 27/07/2016 16:19
Última modificação: 27/07/2016 16:19

Prejuízo estimado com pagamentos desses benefícios ultrapassa o valor de um milhão

Da Redação (Brasília) – A Força-Tarefa Previdenciária cumpriu dois mandados de busca e apreensão nos municípios de Cariacica e Vila Velha, na região metropolitana de Vitória, no Espírito Santo, na manhã desta quarta-feira (27).  O objetivo da ação foi  identificar fraude em benefícios previdenciários.

Segundo a Assessoria de Pesquisa Estratégica e de Gerenciamento de Riscos da Previdência (APEGR), as investigações da fraude tiveram  início em 2012, quando foi descoberta a  reativação de uma aposentadoria especial  após o falecimento do titular. O benefício continuava sendo recebido por  uma “curadora” que utilizava dados fictícios e documentos pertencentes a outras pessoas.

O decorrer das investigações mostrou indício de irregularidades também em outros benefícios. O prejuízo estimado com pagamentos desses benefícios ultrapassa  o valor de um milhão, podendo chegar a dois milhões, caso continuassem a ser pagos e levando-se em conta  a expectativa de vida da população brasileira.

A operação  de hoje foi batizada com o nome “Curadoria”, porque os benefícios eram recebidos por supostos representantes legais, conhecidos “curadores”.

Inteligência Previdenciária – A Força-Tarefa Previdenciária é integrada pela Secretaria de Previdência,  pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, com o objetivo de combater os crimes contra o sistema previdenciário. Na Secretaria de Previdência, a APEGR é a área responsável por identificar e analisar distorções que envolvem indícios de fraude estruturada contra a Previdência e encaminhá-las à Polícia Federal para investigação.

Informações para a imprensa

(61) 2021-5009 e 2021-5109

ascom.mps@previdencia.gov.br

Secretaria da Previdência