COMBATE ÀS FRAUDES Força-Tarefa desarticula quadrilha da região metropolitana do Rio

Publicado: 16/03/2016 15:30
Última modificação: 17/06/2016 15:36

Ação evitou prejuízo de R$ 12,3 milhões aos cofres públicos

Da Redação (Brasília) – Operação da Força-Tarefa Previdenciária desarticulou, nesta quarta-feira (16), uma quadrilha do Rio de Janeiro que fraudava benefícios previdenciários, como auxílio-doença, pensão por morte e aposentadorias por idade e por tempo de contribuição.

O prejuízo identificado em 29 benefícios analisados foi de R$ 6 milhões. Mas com a ação da Força Tarefa Previdenciária, evitou-se um pagamento de mais R$ 12,3 milhões, considerando a expectativa média de vida da população.

Durante a ação, foram cumpridos 37 mandados de busca e apreensão na região metropolitana do estado, na capital, Niterói, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Belford Roxo, Seropédica, Itaguaí, Mesquita, Paracambi e Volta Redonda.

A organização criminosa, que contava com a participação de despachantes, intermediários, fraudadores de GFIP, contadores, advogados, além de dois servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), obtinha os benefícios por meio de Guias de Recolhimento do FGTS e de Informações à Previdência Social (GFIP) fraudulentas.

As GFIPs de empresas já extintas eram enviadas ao INSS para implantação de vínculos empregatícios inexistentes no CNIS – Cadastro Nacional de Informações Sociais. Parte da quadrilha criava ainda “fantasmas”, a partir de documentação falsa, para obtenção de benefícios e realização de empréstimos consignados.

A operação Lenda Urbana envolveu a participação de sete servidores da área de inteligência do Ministério do Trabalho e Previdência Social, a Assessoria de Pesquisa Estratégica e Gerenciamento de Riscos (APEGR) e de 150 policiais federais.

A Força-Tarefa Previdenciária é uma ação conjunta entre Ministério do Trabalho e Previdência Social, Polícia Federal e Ministério Público Federal que visa a combater crimes contra o sistema previdenciário. Qualquer cidadão pode ajudar. Denúncias podem ser feitas à Ouvidoria Geral da Previdência Social, por meio da central telefônica 135. As informações são mantidas em sigilo.

 

Informações para Imprensa
(61)2021-5779
Ascom MTPS/Previdência Social