AM: Gexman vai promover mutirão para antecipar agendamentos

Publicado: 01/03/2016 18:28
Última modificação: 01/03/2016 18:28

Ação acontecerá no sábado (5), no Complexo Previdenciário

De Manaus (AM) – A Gerência Executiva do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Manaus (Gexman) vai realizar mutirão para antecipação de agendamento para concessão do benefício previdenciário de salário-maternidade e do benefício assistencial ao idoso. O evento que acontecerá das 9h às 17h, nas dependências do Complexo Previdenciário (Rua Marques da Silveira, esquina com a Rua Codajás), é direcionado exclusivamente às 1.120 pessoas que tiveram o atendimento agendado para o período compreendido entre 1º e 30 de abril.

Segundo informou o gerente-executivo, Clizares Santana, em entrevista coletiva à imprensa concedida nesta terça-feira (1º) a ação tem como objetivo antecipar todos os agendamentos para os serviços do B-80 (Salário- Maternidade) e B-88 (Benefício Assistencial ao Idoso), urbanos, para que seja possível reduzir o Tempo Médio de Espera do Agendamento (TMEA) que hoje gira em torno de 65 dias.

A expectativa da Gexman é de antecipar pelo menos 80% dos agendamentos para o  requerimento desses dois benefícios. Para isso, o mutirão vai contar com a colaboração de 110 servidores das sete agências da capital e área meio, se revezando nos 80 pontos de atendimento instalados no Complexo Previdenciário.

De acordo com a Seção de Atendimento (SEAT), área responsável pela coordenação do evento, o efeito interno esperado com o mutirão é a melhoria do TMEA e maior aproximação entre os servidores que atuam nas agências da Previdência Social e servidores que desenvolvem atividades na área meio da Gerência-Executiva Manaus.

“A Gerência-Executiva do INSS tem trabalhado permanentemente monitorando o nível de oferta de vagas de serviços agendáveis em todas as Agências. Nossa preocupação é garantir a possibilidade aos segurados de terem como requerer benefícios o mais rapidamente possível, tornando a agenda mais eficiente na disponibilização de vagas”, disse Clizares.  (SCS/AM)