CAMPANHA: MTPS participa do Dia de Mobilização Nacional da Educação #ZikaZero

Publicado: 19/02/2016 18:45
Última modificação: 19/02/2016 18:56

Ministro Miguel Rossetto e secretário da Previdência Social Carlos Gabas participaram de atividades educativas no RS e em SP, respectivamente

 

Ministro em ação na escola de Ensino Médio Padre Reus. Foto: Renato Alves/MTPS

Ministro em ação na escola de Ensino Médio Padre Reus. Foto: Renato Alves/MTPS

No dia da Mobilização Nacional da Educação Zika Zero, o ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto visitou a escola de Ensino Médio Padre Reus, em Porto Alegre (RS), para mobilizar a comunidade escolar no combate ao mosquito Aedes Aegypti. As aulas no Rio Grande do Sul ainda não começaram e a visita teve o objetivo de dar visibilidade ao tema para a volta às aulas e orientar sobre a importância da eliminação dos focos e da prevenção.

“Este é um momento de cooperação para um combate permanente em defesa da vida e da saúde pública”, falou o ministro após a assinatura do Pacto da Educação Gaúcha contra o Aedes Aegypti. Segundo o Rossetto, os estudantes serão fundamentais para o acompanhamento das ações de combate. “Aqui no Rio Grande do Sul, estamos numa fase preparatória para capacitar lideranças para quando as aulas começarem”, salientou. Assinaram o Pacto  os secretários de Estado  da Educação, Vieira da Cunha, e da Saúde, João Gabbardo dos Reis e mais 8 instituições no estado.

São Paulo  – Em Mogi das Cruzes, o secretário da Previdência Social, Carlos Gabas, participou das atividades educativas. Com uma adaptação da história de Chapeuzinho Vermelho, na qual o lobo mau virou o “mosquito mau”, a escola Municipal Luiz Beraldo de Miranda apresentou ao secretário especial da Previdência Social, Carlos Gabas, as suas iniciativas para envolver as crianças na luta contra o Aedes aegypti.

Após assistir à encenação, o secretário cumprimentou os alunos da escola de ensino fundamental, de tempo integral, que saíram em passeata pelas ruas do bairro Parque Olímpico, com cartazes e palavras de ordem, conclamando a população a se unir em torno da luta contra os criadouros do mosquito.

Gabas convocou a criançada a participar da campanha. “Quem vai deixar água parada?”, indagou o secretário. Os alunos responderam que todos iam contribuir para evitar a formação de criadouros, seja em casa, ou nas residências dos avós, dos tios e de outros familiares.

Gabas em ação na escola Municipal Luiz Beraldo de Miranda. Foto: Erasmo Salomão/MTPS

Gabas em ação na escola Municipal Luiz Beraldo de Miranda. Foto: Erasmo Salomão/MTPS

A escola também preparou jogos e brincadeiras para “ensinar a necessidade de combater os criadouros”: espalhou copos, plásticos e outros objetos pelo interior do estabelecimento de ensino para que os estudantes pudessem fazer “uma caça aos focos do mosquito”.

Antes de ir à escola, Gabas havia participado da entrega de unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida no Residencial do Bosque II. Durante a solenidade, que aconteceu simultaneamente em várias regiões do país, ele também falou dos perigos do Aedes aegypti e convidou os moradores do novo condomínio a eliminar qualquer foco do mosquito.

Informações para a Imprensa
(61) 2031-6537
Ascom MTPS