CAMPANHA: Ministro Rossetto e secretários do MTPS participam do Dia Nacional de Mobilização #ZikaZero

Publicado: 15/02/2016 13:45
Última modificação: 16/02/2016 18:13

Ação fez parte de atividades de combate ao mosquito em todo o país, reunindo governo federal, estadual, municípios e forças armadas

 Ministro Rossetto, em Tocantins, no dia de mobilização contra o Aedes aegypti. Foto: Erasmo Salomão/MTPS

Ministro Rossetto, em Tocantins, no dia de mobilização contra o Aedes aegypti. Foto: Erasmo Salomão/MTPS . Mais Fotos

 

Da Redação (Brasília) – O ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto,  o secretário da Previdência Social, Carlos Gabas e o secretário-executivo Claudio Puty, participaram neste sábado (13) de atividades de combate ao mosquito Aedes aegipty nos estados de Tocantins, Rondônia e Pará, respectivamente. A ação integrou um movimento nacional, coordenado pelo governo federal, que mobilizou governos estaduais, municipais, sociedade civil e militares das forças armadas em atividades em todos os estados brasileiros, com o objetivo de orientar a população para a importância da erradicação dos focos de reprodução do mosquito, transmissor dos virús Zika, Dengue, Febre Amarela e Chikungunya.

Em Palmas, capital de Tocantins, o ministro Rossetto foi acompanhado da ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Kátia Abreu, do governador do Tocantins, Marcelo Miranda, e do prefeito da cidade, Carlos Amastha. Durante o ato de abertura oficial das ações, Rossetto destacou a necessidade de engajamento da população, e de combate permante ao mosquito. “A eliminação de focos de reprodução do mosquito, de água parada, deve ser algo diário. Se todos dedicarem cinco ou dez minutos por dia nesta tarefa, seguramente vamos acabar com o mosquito”, afirmou o ministro.

Após a abertura do evento, Rossetto visitou a Sala Estadual de Comando, Controle e Combate ao Aedes aegypti, que monitora a incidência nos 139 municípios do estado. Na ocasião, o ministro ressaltou a importância desta mobilização ser nacional, e de as ações serem integradas. “Milhares de pessoas reunidas neste grande ato, no Brasil inteiro, e também com voluntários e representações militares preparados, percorrendo as ruas, de Tocantins e de todos os municípios do país com uma dedicação que nos deixa confiantes de que o Brasil vencerá esta batalha”, disse Rossetto. Na sequência houve visitas a residências de bairros de Palmas, e ações de conscientização em diversos pontos da capital.

Secretário Carlos Gabas participou do dia de mobilização em Rondônia. Foto: Marco Túlio/MTPS

Secretário Carlos Gabas participou do dia de mobilização em Rondônia. Foto: Ascom / MTPS

Em Porto Velho (Rondônia), o secretário especial da Previdência Social, Carlos Gabas, junto com o governador Confúcio Moura, e autoridades locais, participaram do mutirão, que contou com a participação do Exército, corpo de bombeiros militares, policiais civis e voluntários, para visitar casas e levar informações sobre o combate ao mosquito.

“Esse é o início de uma ação que não tem data pra terminar. O importante é estarmos vigilantes para não permitir que o mosquito se reproduza”, afirmou Gabas, ao ser apresentado à estratégia traçada pela Brigada Militar e pelo governo local.

A comitiva visitou três casas que receberam um adesivo com dizeres afirmando que aquelas residências se protegem contra o Aedes aegypt. Junto com os proprietários, ele pode verificar o que vem sendo feito para evitar os criadouros. “Temos de prestar atenção em tudo, inclusive no reservatório de água que fica atrás do refrigerador e passa despercebido”, comentou.

De volta ao Palácio do Governo, onde foi montado um centro para acompanhamento da ação em tempo real, Gabas falou com aproximadamente mil militares e civis que participaram do dia Nacional de Combate em Rondônia. “Agradeço em nome do governo federal o empenho de todos que aqui estão para contribuir com esse objetivo, pois um mosquito não pode ser mais forte que um país inteiro ” declarou, lembrando o slogan da campanha.

O secretário-executivo do Ministério do Trabalho e Previdência Social, Claudio Puty, que participou da mobilização em Marabá, no Pará, relatou que esta foi uma das estratégias locais, coordenada pela prefeitura, e que contou com forte presença do poder público e de 2 mil homens do exército nas ruas, incluindo o Batalhão de Infantaria da Selva.

“Foi uma grande mobilização com visitas a vários pontos da cidade. A reação da população foi muito positiva, parabenizando as ações de conscientização contra o mosquito”, afirmou Puty.

A prefeitura montou uma sala de gestão, e o exército realizou monitoramento com drones que fotografavam quintais e possíveis locais de criadouros de Aedes aegypti.

Secretário Claudio Puty entrega panfletos, no Pará, em ação contra o mosquito Aedes aegypti. Foto: Ascom/23BIS

Secretário Claudio Puty entrega panfletos, no Pará, em ação contra o mosquito Aedes aegypti. Foto: Ascom/23BIS

Mobilização nacional – No sábado (13), cerca de 220 mil militares estiveram em 356 municípios de todos estados para visitar três milhões de residências, levar informações e identificar situações de risco. A ação envolveu também 46 mil agentes de endemias e 266 mil agentes comunitários de saúde dos estados e municípios.

Entre os dias 15 e 18 de fevereiro, haverá uma nova ação de combate ao foco dos mosquitos com a participação de 50 mil militares treinados para atuar nas regiões a serem indicadas pelas prefeituras e pelo Ministério da Saúde.