GESTÃO: Miguel Rossetto recebe cargo de ministro do Trabalho e Previdência Social

Publicado: 06/10/2015 16:46
Última modificação: 06/10/2015 16:46

Titular da nova pasta apresenta seus objetivos: manutenção dos direitos trabalhistas e sustentabilidade do sistema previdenciário

Miguel Rossetto discursa em cerimônia de transmissão de cargo no Ministério do Trabalho e Previdência Social. Foto: Renato Alves/MTPS

Miguel Rossetto discursa em cerimônia de transmissão de cargo no Ministério do Trabalho e Previdência Social. Foto: Renato Alves/MTPS

Da Redação (Brasília) – Manter os direitos trabalhistas e garantir a sustentabilidade do sistema previdenciário são os principais objetivos do ministro do Trabalho e Previdência Social, Miguel Rossetto. Nesta terça-feira (6), os ex-ministros da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, e do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, transmitiram o cargo ao titular da nova pasta, criada pela fusão dos dois ministérios.

Durante a cerimônia, Rossetto salientou as conquistas dos cidadãos e cidadãs brasileiros, nos últimos anos, como uma marca do fortalecimento da democracia. Ele citou, por exemplo, a redução da desigualdade entre as regiões e o aumento das taxas de crescimento: “Conseguimos materializar esse momento em emprego e renda, criamos um sentimento de pertencimento forte no povo brasileiro”. Rossetto disse que “avançar no equilíbrio fiscal é retomar um novo ciclo de crescimento econômico e social e, consequentemente, de geração de empregos e proteção social”.

O ministro acrescentou que irá se empenhar para contribuir com a retomada desse crescimento: “Iremos buscar alternativas consensuais junto à sociedade, às representações sindicais e ao Congresso Nacional, por meio de um diálogo forte e permanente”.

Além da fusão dos antigos ministérios, foram criadas duas secretarias especiais na nova pasta: do Trabalho, comandada por José Lopez Feijóo; e da Previdência Social, tendo à frente o ex-ministro da Previdência, Carlos Gabas. Ele garantiu que continuará trabalhando para preservar o sistema previdenciário brasileiro, considerado um dos melhores do mundo.