FÓRUM: Primeiro encontro do Grupo de Trabalho discute políticas para os aposentados

Publicado: 17/09/2015 19:02
Última modificação: 18/09/2015 17:17

Secretário-executivo do MPS, Marcelo Siqueira, presidiu os trabalhos

Grupo de Trabalho debate políticas para os aposentados. Foto: Erasmo Salomão/MPS

Grupo de Trabalho debate políticas para os aposentados. Foto: Erasmo Salomão/MPS. Mais Fotos

Da Redação (Brasília) – Políticas para os aposentados é o tema inicial do Grupo de Trabalho, instalado nesta quinta-feira (17), que faz parte do Fórum de Debates sobre Emprego, Trabalho e Renda e Previdência Social, criado pelo governo para discutir essas questões. O GT se reuniu no Ministério da Previdência Social. O secretário-executivo da Pasta, Marcelo Siqueira, coordenou a reunião, que contou com a participação de sindicatos e confederações de aposentados e trabalhadores, além de representantes de diversos órgãos do governo.

Para ele, a primeiro encontro foi bastante produtivo: “Hoje, tivemos um debate mais livre para que pudéssemos levantar diversos temas que deverão ser discutidos em momento oportuno. Estamos atendendo a um pleito histórico, que é construir políticas específicas para os aposentados. Somente após esse tema, discutiremos as questões relativas ao modelo brasileiro de Previdência Social”, explicou.

No início da reunião, uma apresentação do secretário de Políticas de Previdência Social, Benedito Brunca, detalhou o cenário atual da Previdência. Ele mostrou dados populacionais e falou sobre o aumento da proteção social, nos últimos anos, que chegou a 72,5% da população brasileira.

O secretário enfatizou as mudanças demográficas pelas quais o País está passando, com a redução da taxa de fecundidade e o aumento da expectativa de vida e de sobrevida. “Esses gráficos mostram o quanto o perfil populacional está sendo alterado. O desafio será realmente encontrar um modelo sustentável para a Previdência no futuro”, disse.

Neste primeiro encontro, o foco foi “políticas para aqueles que já estão aposentados”. As entidades querem incluir nas próximas pautas o acesso a medicamentos, atendimento médico e índice de reajuste de benefícios para quem recebe acima de um salário mínimo.

Durante o debate, os aposentados também solicitaram um detalhamento das receitas da Seguridade Social e dos devedores da Previdência. Eles cobraram, ainda, a retomada das discussões sobre a política de fiscalização e controle das dívidas.

 

RÁDIO: Ouça a entrevista com o secretário-executivo do MPS, Marcelo Siqueira

 

Informações para a Imprensa

Renata Brumano

(61) 2021-5102

Ascom/MPS