INTERNACIONAL: Delegação de países de língua portuguesa visitam INSS

Publicado: 30/07/2015 18:20
Última modificação: 30/07/2015 18:20

Previdência brasileira compartilha boas práticas a participantes de Curso de Reforma da Administração Pública

Representantes de países de língua portuguesa conhecem Sala de Monitoramento do INSS. Foto: Erasmo Salomão/MPS

Representantes de países de língua portuguesa conhecem Sala de Monitoramento do INSS. Foto: Erasmo Salomão/MPS

Da Redação (Brasília) – Autoridades participantes de curso de Reforma da Administração Pública oferecido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) estiveram nesta quinta-feira (30) na sede do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Oito representantes, vindos de Angola, Cabo Verde, Moçambique, São Tomé e Príncipe, e Timor Leste (todos países-membros da Comunidade dos Países do Língua Portuguesa – CPLP) assistiram à apresentação do secretário de Políticas de Previdência Social, Benedito Adalberto Brunca, do Ministério da Previdência Social (MPS), sobre o panorama da Previdência Social brasileira.

Eles aproveitaram a visita para conhecer a Sala de Monitoramento do INSS – local onde se pode acompanhar e monitorar simultaneamente o funcionamento das 1.605 Agências da Previdência Social.

“Já conseguimos concluir a primeira etapa da modernização da nossa Previdência Social em Moçambique, mas ainda temos muito a caminhar para chegarmos a um estágio como este: a Sala de Monitoramento é realmente fantástica”, declarou Olímpio Pedro, delegado do Instituto Nacional de Segurança Social (INSS-Mz) na Zambézia – província de Moçambique em que reside quase um quinto da população do país.

Para Olímpio Pedro, a criação de uma sala de monitoramento semelhante em seu país contribuiria para gestores da previdência locais acompanharem o que se passa em agências localizadas em áreas muito distintas. Além disso, ajudaria na rotina dos auditores, tendo em vista ser possível acompanhar o trabalho que está sendo feito em cada Agência e compará-lo com as metas.

A cooperação no âmbito do Projeto de Modernização da Previdência Social de Moçambique foi iniciada com o Brasil em 2010. Em junho de 2015, a quarta missão brasileira no âmbito do Projeto foi a Maputo (capital moçambicana). A missão era composta por autoridades do INSS, MPS e da Dataprev (Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social). Na agenda desse encontro, destacou-se o plano de capacitação que é oferecido a técnicos do INSS-Mz.

 

Informações para a Imprensa

Rafael Toscano

(61) 2021-5481

Ascom/MPS