GESTÃO: Paralisação de servidores do INSS é tema de conversa entre ministro da Previdência Social e CNTSS

Publicado: 13/07/2015 18:01
Última modificação: 03/09/2015 14:22

Encontro também teve a participação da presidente do INSS, Elisete Berchiol

 

Ministro Carlos Gabas recebe representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS).  Foto: Erasmo Salomão/MPS

Ministro Carlos Gabas recebe representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS). Foto: Erasmo Salomão/MPS

Da Redação (Brasília) – O ministro Carlos Gabas garantiu a representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social (CNTSS), nesta segunda-feira (13), que o Ministério da Previdência Social e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) devem encaminhar o mais rapidamente possível as reivindicações dos servidores do INSS que estão em greve.

 

“Neste momento, tratamos com o governo as questões apresentadas e internamente discutimos as reivindicações cujo atendimento depende, principalmente, de decisões dos responsáveis pela gestão do INSS”, explicou o ministro, acompanhado da presidente do INSS, Elisete Berchiol.

 

Além do presidente da CNTSS, Sandro Alex de Oliveira Cezar, representantes de vários sindicatos de estados brasileiros apresentaram como ponto principal da negociação a incorporação da Gratificação de Desempenho, a GDASS. “A expectativa dos servidores é muito alta, pois a Previdência e o INSS têm à frente dois servidores de carreira”, afirmou Oliveira Cezar.

 

Gabas disse que ele e a presidente do INSS estão “empenhados em conduzir e encaminhar o debate”. Um novo encontro será marcado após uma reunião entre o MPS e o INSS para discutir os itens da pauta de reivindicações. (Ascom/MPS)