GESTÃO: Previdência recebe Contag que apresenta pauta de reivindicações

Publicado: 12/05/2015 19:03
Última modificação: 12/05/2015 19:03

Ministro Gabas e a presidente do INSS, Elisete Berchiol, trataram dos avanços na relação da pasta com os trabalhadores rurais

Ministro da Previdência Social, Carlos Gabas, discute avanços dos trabalhadores rurais com a Contag. Foto: Erasmo Salomão/MPS

Ministro da Previdência Social, Carlos Gabas, discute avanços dos trabalhadores rurais com a Contag. Foto: Erasmo Salomão/MPS

Da Redação (Brasília) – O ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas recebeu, nesta terça-feira (8), a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag). Na pauta o “21º Grito da Terra”, que acontecerá entre os dias 18 a 22 de maio, em Brasília. Gabas comemorou a parceria “bem sucedida” com a entidade: “Nos últimos anos os trabalhadores rurais e a Previdência Social conseguiram muitos avanços positivos”.

Gabas ressaltou a inclusão na proposta do governo para a Medida Provisória 665, da alteração da lei 8.213/91, que autoriza o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) a utilizar as informações do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) no reconhecimento automático dos direitos previdenciários aos trabalhadores rurais.

O presidente da Contag, Alberto Ercílio Broch, observou que a Confederação está dialogando com os ministérios com o objetivo de encontrar caminhos de ajuste nas medidas provisórias de acordo com as expectativas dos trabalhadores rurais. O secretário de Políticas Sociais da Contag, José Wilson Gonçalves, citou a facilidade de diálogo com a Previdência Social, e destacou os esforços das instituições para solução dos problemas dos trabalhadores rurais.

Melhoria – Para a presidente do INSS, Elisete Berchiol, a alteração da lei 8.213/91 e o reconhecimento automático dos direitos dos trabalhadores rurais é uma grande melhoria tanto para os trabalhadores rurais quanto uma segurança para o INSS.

Gabas garantiu que as questões discutidas na reunião e que não envolvem alterações legais serão encaminhadas e resolvidas pela Previdência Social. O ministro falou ainda sobre a criação do Fórum de Debates sobre Políticas de Emprego, Trabalho e Renda e Previdência Social, cujo objetivo é promover o debate entre representantes dos trabalhadores, aposentados e pensionistas, dos empregadores e do governo com foco no aperfeiçoamento e sustentabilidade das políticas sociais. Gabas destacou a participação da Contag no Fórum.

A reunião, no ministério, foi acompanhada por representantes de Sindicatos Rurais de todo o país.

 

Informações para Imprensa

Letícia Montanha

(61) 2021-5109

Ascom/MPS