GESTÃO: Ministros se reúnem com deputados do PSD para esclarecer regras das MP 664 e 665

Publicado: 12/03/2015 19:11
Última modificação: 12/03/2015 19:21
Ministros esclareceram regras das Medidas Provisórias nº 664 e nº 665. (Foto; Erasmo Salomão/MPS)

Ministros esclarecem regras das Medidas Provisórias nº 664 e nº 665. (Foto: Erasmo Salomão/MPS)

Da Redação (DF) – Em reunião, nesta quinta-feira (12), com deputados federais da bancada do Partido Social Democrático (PSD), os ministros da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, e das Relações Institucionais, Pepe Vargas, esclareceram os objetivos das regras contidas nas Medidas Provisórias nº 664 e nº 665. Com relação à sua pasta, Gabas afirmou que os ajustes nas regras dos benefícios de pensão por morte e auxílio doença, trazidos pela MP 664 , têm como finalidade principal a garantia da sustentabilidade do sistema previdenciário.

Gabas explicou que “o assunto já vem sendo discutido na sociedade”. Para o ministro, além de corrigir distorções, “elas garantem que a Previdência continue sendo sustentável e  pagando os benefícios por décadas e décadas”. Durante a conversa com os parlamentares, o ministro lembrou que a Previdência é uma política de longo prazo que busca assegurar o pagamento de benefícios também para as futuras gerações .

Após responder a questões dos deputados, Gabas ressaltou que o diálogo com o PSD foi positivo e que o governo vai ouvir as sugestões, “que contribuem para aperfeiçoar as medidas, na discussão com o Congresso”.

Novos encontros dos ministro com bancadas de outros partidos estão previstas para a próxima semana. “O diálogo com os parlamentares visa esclarecer possíveis dúvidas sobre as MPs”, acrescentou o ministro Pepe Vargas.

 

Informações para imprensa:

(61) 2021-5109

Ascom/MPS