LEGISLAÇÃO: Governo e centrais sindicais realizam terceira rodada de diálogos sobre MPs

Publicado: 25/02/2015 19:55
Última modificação: 25/02/2015 19:55
Ministério sedia reunião com Centrais Sindicais para avaliar regras das Medidas Provisórias 664 e 665. Foto: Erasmo Salomão

Ministério sedia reunião com Centrais Sindicais para avaliar regras das Medidas Provisórias 664 e 665. Foto: Erasmo Salomão

Novo encontro está marcado para a próxima semana

 Da Redação (Brasília) – O Ministério da Previdência sediou a terceira rodada de diálogos sociais que tratam das Medidas Provisórias 664 e 665. A rotatividade no emprego foi um dos principais temas debatidos no encontro entre os o ministros Carlos Gabas (Previdência Social), Nelson Barbosa (Planejamento, Orçamento e Gestão) e Manoel Dias (Trabalho e Emprego) e os dirigentes das seis centrais sindicais – Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB), Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), União Geral dos Trabalhadores (UGT) e Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST).

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) apresentou dados que serão analisados pelo governo. O assunto volta à pauta de discussão na próxima semana quando também serão tratados temas como informalidade e Previdência.

Durante o encontro, o ministro da Previdência destacou que o objetivo dessas reuniões é a avaliação, em conjunto, das regras contidas nas Medidas Provisórias que são importantes para garantir a proteção dos trabalhadores. “ As atualizações são necessárias, elas mantém os direitos e racionalizam o acesso aos benefícios, com o objetivo de corrigir distorções e de fazer com que haja uma melhor aplicação dos recursos , seja do Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT) ou da Previdência Social”.

 

Informações para a imprensa

Ligia Borges

(61)2021-5779

Ascom/MPS