SP: Beneficiário é preso em flagrante com atestado médico falso

Publicado: 29/08/2014 18:09
Última modificação: 29/08/2014 18:09

De Campinas (SP): Um homem de 32 anos foi preso em flagrante na manhã desta sexta-feira (29), no INSS de Campinas, ao comparecer para uma perícia médica apresentando atestado médico falso. Ele tinha passado por uma perícia anterior em março e, desde então, vinha recebendo um auxílio-doença.

A fraude foi descoberta quando uma mulher prestou queixa na polícia dizendo ter sido vítima de estelionato praticado por esse homem. No 13º Distrito Policial de Campinas, ela disse que o denunciado também usava atestados falsos para receber auxílio-doença.

A polícia informou à Previdência sobre a denúncia em 11 de agosto. Depois disso, o setor de Monitoramento Operacional de Benefícios do INSS deu início à apuração da irregularidade. Foram enviados ofícios a todos os médicos cujos nomes constavam nos atestados. Em resposta, os profissionais informaram que os documentos não haviam sido emitidos por eles, e que eram falsas as assinaturas.

Com essas informações, o INSS bloqueou o pagamento do benefício desse segurado e o convocou para uma perícia médica agendada para esta sexta. Alertados da possibilidade de o beneficiário utilizar novamente atestados falsificados, investigadores da Polícia Civil compareceram ao INSS, o que possibilitou a prisão em flagrante.

A apuração feita por servidores do INSS também constatou que a mulher do acusado vinha recebendo um auxílio-doença, obtido por meio de atestados médicos falsos. O pagamento do benefício dela também foi bloqueado. O INSS abriu processo administrativo que será encaminhado à Procuradoria Federal Especializada do instituto para providências.

Mais informações

Rosângela Rozam Sena

(19) 3343-6272