MS: Mestres de Capoeira são orientados sobre benefícios do INSS

Publicado: 25/08/2014 12:05
Última modificação: 25/08/2014 12:05

De Campo Grande (MS) – Representantes do Programa de Educação Previdenciária (PEP), do INSS em Campo Grande (MS), participaram neste fim de semana do Encontro Estadual do Plano de Salvaguarda da Capoeira, organzido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Mato Grosso do Sul (IPHAN-MS). Um dos temas abordados foi aposentadorias dos mestres, que necessitavam conhecer os direitos e deveres junto à Previdência Social. Além disso, também foram debatidos os tipos de benefícios dos cerca de 50 integrantes das academias como mestres, contramestres e professores da Capital e do interior do Estado.

Segundo a coordenadora do PEP, Marise Lima de Souza, a participação nos debates foram muito esclarecedores. “Eles aproveitaram para tirar todas as dúvidas sobre os benefícios. A questão da aposentadoria foi o mais debatido, visto que alguns tinham tempo de contribuição em período anterior e não estão mais contribuindo com a Previdência. Foi uma oportunidade de esclarecer sobre Contribuinte Individial e também sobre o Empreendedor Individual”, relatou.

Para a superintendente do IPHAN, Norma Daris, o evento conseguiu “criar um canal de diálogo na busca de se valorizar esta manifestação cultural, comumente marginalizada, que hoje ganha grande destaque nacional e internacional com o registro de Patrimônio Imaterial do Brasil. No encontro, houve êxito na discussão dos eixos temáticos que envolveram os capoeiristas, desde aposentadoria para os mestres até a inclusão da capoeira no âmbito escolar e como modalidade esportiva e manifestação cultural”, comentou.

História – Registrada em 2008, a Capoeira é o único dos bens imateriais salvaguardados pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional com amplitude nacional, e, desde 2012, se tornou prioridade para todas as Superintendências do IPHAN no Brasil. O seu processo de Salvaguarda se constitui na mobilização de seus atores de forma que possam gerir o patrimônio e se tornarem protagonistas nas ações para com a manifestação cultural da qual são os detentores.

O IPHAN/MS trabalha na Salvaguarda da Capoeira desde o ano de 2012 realizando reuniões descentralizadas por diferentes regiões do estado, nas quais contamos com um consultor da UNESCO para trabalhar diretamente com o universo da Capoeira no estado.

 

Mais informações:

Cláudio Severo

(67) 9959-0868

ACS/MS