INTERNACIONAL: Consultor da Itália vem ao Brasil para trocar experiências em Acidentes do Trabalho

Publicado: 28/07/2014 19:34
Última modificação: 15/08/2014 17:28

Visita técnica é a primeira do Acordo de Cooperação com a União Europeia

Da Redação (Brasília)- Começou nesta segunda-feira (28) a primeira visita técnica previdenciária do acordo,  ” Diálogos Setoriais”, entre o

No âmbito da segurança do trabalho, a Itália é a parceira do Brasil. Foto: Natália Oliveira

No âmbito da segurança do trabalho, a Itália é a parceira do Brasil. Foto: Natália Oliveira

Brasil e a União Europeia . O Departamento de Políticas de Saúde e Segurança do Ocupacional (DPSSO) é parte deste acordo de cooperação técnica. O Departamento escolheu a Itália para trocar experiências no campo de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais. A escolha, segundo o diretor do DPSSO, Marco Perez, se deve ao fato de o país ter um sistema muito similar ao brasileiro, com um seguro acidente do trabalho estatal e uma gestão pública dos benefícios, por meio de uma autarquia similar ao Instituto Nacional do Seguro Social.

O consultor italiano, Giuseppe Ludovico, veio ao Ministério da Previdência Social para conhecer o sistema brasileiro de proteção social, em especial, as políticas de segurança no trabalho, combate a acidentalidade e os benefícios acidentários oferecidos pela Previdência. Durante a manhã, o diretor do DPPSO fez uma apresentação sobre estes pontos no Brasil. A tarde foi a vez de Ludovico falar sobre a caracterização do acidente de trabalho, das doenças ocupacionais e do funcionamento do sistema de benefícios na Itália.

Ludovico é professor da Universidade de Milão, leciona para o curso de Direito, sobre legislação trabalhista e previdenciária. Ele foi escolhido pelo ” Diálogos Setoriais”  por ter diversos trabalhos de pesquisa na área e livros publicados sobre o assunto. Segundo o consultor, este foi o primeiro contato que teve com o sistema de proteção previdenciário brasileiro e da América do Sul “Fiquei surpreso por perceber já a partir deste primeiro contato como o Brasil possui um sistema muito organizado, consolidado”, declarou.

Mas o consultor aponta que algumas mudanças devem ser feitas. Segundo ele, a Itália possui um sistema equilibrado financeiramente, sem déficit, apesar de pagar muitos benefícios e com valores relativamente altos. Como atingir esse equilíbrio é uma das coisas que ele acredita que o Brasil poderá aprender com o modelo italiano.

O consultor italiano, Giuseppe Ludovico, veio ao Ministério da Previdência Social para conhecer o sistema brasileiro de proteção social. Foto: Natália Oliveira

O consultor italiano, Giuseppe Ludovico, veio ao Ministério da Previdência Social para conhecer o sistema brasileiro de proteção social. Foto: Natália Oliveira

O consultor destacou que é preciso incentivar o empregador a investir em proteção, aprimorando o sistema bônus/malus, aplicado através do Fator Acidentário de Proteção, o FAP. Mas o momento é favorável para mudanças “O Brasil está em um ótimo momento demográfico, com uma população ativa ainda alta e com excelentes níveis de emprego, é preciso aproveitar este momento para construir um sistema ainda melhor e equilibrado no futuro”, destacou.  A visita do consultor italiano segue até  quarta-feira. Ele ainda irá conhecer o INSS e outros setores da Previdência Social.

Mais Informações

Natália Oliveira

(61)2021-5321

Ascom/MPS

Voltar para o topo