INTERNACIONAL: Natal sediará Fórum Mundial de Seguridade Social em 2016

Publicado: 31/10/2013 16:04
Última modificação: 30/10/2014 14:22
Autoridades participam da assinatura de carta de intenções para Natal sediar o IV Fórum Internacional de Seguridade Social. Foto: Nicolas Gomes

Autoridades participam da assinatura de carta de intenções para Natal sediar o IV Fórum Internacional de Seguridade Social. Foto: Nicolas Gomes

Da Redação (Brasília) – Natal deverá sediar, no último trimestre de 2016, o IV Fórum Mundial de Seguridade Social, evento organizado pela Associação Internacional de Seguridade Social (AISS). Na manhã desta quinta-feira (31), o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, a governadora Rosalba Ciarlini e o prefeito Carlos Eduardo Alves foram testemunhas da assinatura de uma carta de intenções firmada pelo ministro Garibaldi Alves Filho pelo secretário-geral da AISS, o dinamarquês Hans-Horst Konkolewsky.

No documento, o Ministério da Previdência Social (MPS) e o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) confirmam a intenção de colaborar com a organização do IV Fórum Mundial. Também se comprometem a formalizar, junto com a AISS, memorando de entendimento incluindo um plano de trabalho, planilha com estimativa de custos e divisão das responsabilidades financeiras para a realização do evento. Esse memorando deverá ser assinado até o final de março do próximo ano. INSS e MPS criarão um comitê organizador nacional e a AISS constituirá um comitê gestor para o evento.

O Fórum Mundial da Seguridade Social é o principal evento internacional que reúne dirigentes de instituições de seguridade social, especialistas, estudiosos e responsáveis pela formulação de políticas no setor. O encontro é realizado a cada três anos. No período de 10 a 15 de novembro, em Doha, no Catar, será realizada a terceira edição do Fórum. Nela, o programa Bolsa Família receberá o 1º Prêmio para Desempenho Extraordinário em Seguridade Social. A premiação é considerada o “Nobel” da seguridade social. O programa foi considerado pela AISS como uma experiência “excepcional e pioneira” na redução da pobreza e na promoção da seguridade social.

O ministro Garibaldi Alves Filho opinou que a Previdência Social brasileira é tão ou mais importante do que a Bolsa Família. Ele comparou que enquanto 13,8 milhões de famílias recebem o benefício mensal do Bolsa Família, a Previdência paga, mensalmente, mais de 30 milhões de benefícios. “Quem sabe, em 2016, o Brasil não é contemplado com outro prêmio, no Fórum Mundial de Natal?”, indagou Garibaldi.

Por sua vez, o secretário-geral da AISS, Hans-Horst Konkolewsky, comentou que na reunião de Natal deverão estar presentes representantes das 340 organizações de 157 países que integram a associação. Ele explicou que a escolha do Brasil como sede significa um reconhecimento pelo esforço que o país vem empreendendo para ampliar e dar sustentabilidade à sua rede de proteção social. (Roberto Homem).

Voltar para o topo