COMBATE ÀS FRAUDES: Força-Tarefa realiza ação no interior do Ceará

Publicado: 31/10/2013 15:48
Última modificação: 03/09/2015 14:30

A Força Tarefa Previdenciária no Estado do Ceará, composta pela Polícia
Federal, Ministério da Previdência Social e Ministério Público Federal,
deflagrou, nesta quinta-feira (31) a Operação BLOKK para o cumprimento de mandados judiciais expedidos pela Justiça Federal em Limoeiro do Norte (CE), requeridos pela Polícia Federal.

A ação teve como objetivo cumprir quinze mandados de busca e apreensão, três mandados de prisão. As buscas foram realizadas em residências de servidores e intermediários nas cidades de Jaguaribara, Quixeré, Alto Santo e Tabuleiro do Norte e Russas, no Ceará.

Os trabalhos tiveram início em 2011 a partir de denúncia feita à Delegacia de
Policia Federal em Fortaleza e à REAPE-CE (Representação de Assessoria de
Pesquisa Estratégica e Gerenciamento de Riscos no Ceará), dando conta da
concessão de benefícios que poderiam ser fraudulentos.

As diligências revelaram um esquema voltado para a obtenção de Benefícios de Aposentadoria por Tempo de Contribuição a trabalhadores urbanos e Aposentadoria por Idade a supostos trabalhadores rurais e/ou seus dependentes a partir de documentação falsa.

Os responsáveis pelas fraudes inseriam vínculos laborais inexistentes no cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS e Declarações de Exercício de Atividade Rural Sindicato ideologicamente falsas, gerando benefícios a quem não teria direito.

Levantamentos preliminares apontaram 24 benefícios com indícios de irregularidades e prejuízo estimado de R$ 800 mil. No entanto, o valor poderá ser muito maior caso. Isto por que outros 400 benefícios estão sob suspeita e estão sendo analisados.

Os investigados poderão ser indiciados pelos crimes de estelionato, falsidade
ideológica e corrupção passiva.  Participaram da Operação 64 policiais federais e 17 servidores do Ministério da Previdência Social.

Voltar para o topo