COMBATE ÀS FRAUDES: Força-Tarefa faz Operação Ravel na Paraíba

Publicado: 22/10/2013 12:19
Última modificação: 03/09/2015 14:30

Da Redação (Brasília) – A Força Tarefa Previdenciária, formada pela Polícia Federal, o Ministério da Previdência Social e o Ministério Público Federal, deflagrou, nesta terça-feira (22), a Operação Ravel, cujo objetivo foi desarticular esquema de concessão fraudulenta de benefícios previdenciários na Paraíba.

A investigação identificou a participação de um médico perito do INSS que emitia laudos falsos para a concessão de benefícios previdenciários por incapacidade. Os segurados eram residentes nas cidades de Araçagi (PB) e no estado do Rio de Janeiro

Eles eram orientados a fornecer endereço de residência na cidade de Cabedelo (PB), onde eram concedidos os benefícios investigados. O INSS irá realizar auditoria em todos os benefícios emitidos com indício de fraude na Agência da Previdência Social do município.

Inicialmente, o INSS constatou um prejuízo de R$ 89.913,64. Doze segurados estão sendo intimados para prestar declarações e se submeter à nova perícia médica.

A Operação Ravel cumpriu mandados de Busca e Apreensão, Medida Cautelar Penal de Afastamento das Atividades e Medidas Cautelares Penais de Proibição de Manter Contato, conforme decisão do Juiz Federal substituto da 1ª Vara da Seção Judiciária da Paraíba, nas cidades de Araçagi, Cabedelo, Guarabira e Lucena.

Os envolvidos poderão ser julgados por crime de estelionato, falsa perícia e uso de documento falso.

 

Voltar para o topo