DATAPREV: Empresa é eleita segunda melhor empresa de indústria digital por revista especializada

Publicado: 13/07/2012 17:00
Última modificação: 31/10/2014 15:16

Faturamento da empresa em 2011 registrou crescimento de 42,09% em relação a 2010

Da Redação (Brasília) – A Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) foi eleita a segunda melhor de indústria digital do ano, no especial Melhores e Maiores 2012 da Revista Exame. A edição da revista foi lançada na terça-feira (10).

Em sua 39ª edição, o ranking traz diversas classificações, dentre elas as 500 maiores empresas do Brasil, os 200 maiores grupos empresariais do país e, pela primeira vez, o ranking internacional dos 200 maiores grupos da América Latina. Para analisar o sucesso dessas empresas, foram comparados os resultados obtidos em termos de crescimento, rentabilidade, saúde financeira, participação de mercado e produtividade por empregado.

A Dataprev figura ainda como 2ª colocada em rentabilidade, com 38,2% de retorno do investimento obtido no ano; 5ª colocada em liderança de mercado e em riqueza criada por empregado; e ocupa a 9ª posição em liquidez corrente.

Faturamento – O faturamento da Dataprev em 2011 registrou um crescimento de 42,09% em relação a 2010 e alcançou R$ 1,021 bilhão. O valor da receita operacional bruta representa o que foi obtido pela empresa com a prestação de serviços aos seus clientes, com destaque para o crescimento do faturamento com serviços prestados ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e relativos ao crédito consignado.

Investimentos – Os investimentos da empresa no ano de 2011 totalizaram R$ 63,8 milhões. Para o reforço da infraestrutura de processamento de dados, os gastos incluíram a contratação da modernização do Centro de Processamento Distrito Federal (CPDF), que passa a contar com uma nova sala-cofre, além de novos sistemas de climatização, no-breaks e grupo de geradores. Foram realizados ainda investimentos em hardware e software.

Com relação à infraestrutura física, o destaque foi o início das obras de reforma das fachadas e construção de escada de emergência externa do edifício-sede em Brasília, além de melhorias como a conclusão da modernização dos elevadores dos imóveis do Rio de Janeiro. (Ascom/Dataprev)

Voltar para o topo