RÁDIO PREVIDÊNCIA: Presas sete pessoas em São Paulo que fraudavam a Previdência Social

Publicado: 25/04/2012 15:00
Última modificação: 03/09/2015 10:57

Tempo de áudio – 1min13seg

Ouça aqui

LOC/REPÓRTER: Sete pessoas foram presas em São Paulo na última operação da Força Tarefa Previdenciária. A quadrilha fraudava a emissão e o recebimento de benefícios da Previdência Social. Entre os acusados estão beneficiários, intermediários e servidores do INSS. A investigação teve início em 2011 após verificar inconsistências nos bancos de dados da Previdência. Segundo a superintendente do INSS em São Paulo, Dulcina Aguiar, os sistemas previdenciários são seguros e dependem da ação de servidores para ocorrer uma fraude. Ela explica também o que é feito quando a fraude é detectada.

TEC/SONORA: Superintendente do INSS em São Paulo, Dulcina Aguiar

“Começa-se a inserir muitos vínculos, remunerações, declarações fictícias no sistema. Em cima dessas informações começa-se a conceder benefícios. E aí nosso serviço de inteligência, com o batimento de sistemas começa a verificar uma quantidade crescente de benefícios sendo concedidos em determinados lugares e muitas vezes com a participação dos mesmos servidores.”

O grupo agia exatamente dessa maneira. Com a ajuda de servidores, inseria dados falsos no sistema. Estimativas apontam um prejuízo de oito milhões de reais com o pagamento irregular de benefícios. Se condenados, os envolvidos podem pegar até 12 anos de prisão.

De Brasília, Daniel Dutra

Voltar para o topo