COMBATE ÀS FRAUDES: Força Tarefa desarticula quadrilha em Mato Grosso

Publicado: 10/02/2012 12:12
Última modificação: 05/11/2014 15:26

Investigação revela esquema de obtenção fraudulenta de Benefícios de Prestação Continuada

Da Redação (Brasília) – A Força Tarefa Previdenciária (Previdência, Polícia Federal e Ministério Público Federal) deflagrou, nesta sexta-feira (10), a operação BPC, no estado de Mato Grosso. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas residências de dois servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), de um intermediário e na Agência da Previdência Social Cuiabá – Centro. Outros 35 beneficiários do instituto foram conduzidos coercitivamente para prestarem depoimento.

As investigações duraram quatorze meses e revelaram a atuação de um esquema montado para a obtenção fraudulenta de Benefícios de Prestação Continuada – Amparo Social ao Idoso (BPC). Cinquenta benefícios têm indícios de irregularidades e o prejuízo estimado é de R$ 950 mil.

As fraudes consistiam em inserções de dados falsos nos sistemas da Previdência Social, para serem utilizados nas concessões de benefícios previdenciários, bem como em declarações inverídicas dos segurados em relação à composição da renda familiar.

Os investigados poderão ser indiciados pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e corrupção passiva.

A Força Tarefa Previdenciária combate a evasão fiscal e os crimes previdenciários, por meio de ações estratégicas e utilização de procedimentos técnicos de inteligência. Participaram desta operação 90 policiais federais e seis servidores do Ministério da Previdência Social.

Informações para a Imprensa
Renata Brumano
(61) 2021-5102
Ascom/MPS

Voltar para o topo