RÁDIO PREVIDÊNCIA: Setor urbano registra o melhor superávit acumulado urbano de janeiro a setembro desde 2005

Publicado: 25/10/2011 13:24
Última modificação: 03/09/2015 14:47

Tempo de áudio – 2min03seg

Ouça o áudio

LOC/ REPÓRTER: A arrecadação da Previdência Social no setor urbano, no mês de setembro, foi de R$ 19,3 bilhões. Se comparada a agosto deste ano, a arrecadação teve queda de 3,8%. A explicação está na arrecadação acima da média, em agosto, por causa das contratações temporárias ocorridas em julho, especialmente nos setores da indústria, comércio, turismo, lazer e entretenimento. A despesa com pagamento de benefícios na clientela urbana foi de R$ 23,5 bilhões em setembro de 2011. Se comparada ao mês anterior, agosto de 2011, houve aumento da despesa com pagamento em 28,3% devido a antecipação de metade do 13º salário dos benefícios previdenciários. No acumulado de janeiro a setembro, o setor urbano registra superávit de R$ 6,2 bilhões, que é o melhor resultado acumulado desde 2005. Segundo o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, o superávit se deve ao crescimento da economia do país.

TEC/ SONORA: Ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho

“O país continua crescendo, e isso gera novos empregos formais e se mantém toda uma situação que vem se consolidando desde janeiro até agora, com a previdência urbana tendo este superávit. No agregado é que nós temos déficit, mas o déficit que nós temos hoje é o menor desde 2005. Nós temos segurança de que isso não afetará o desempenho da Previdência até o final do ano. O que pode acontecer é, com o crescimento menor do país no próximo ano, nós venhamos a ter algum reflexo. Mesmo assim, nós acreditamos que a Previdência urbana continuará a apresentar um resultado superavitário. Pode ser menor do que vem apresentando este ano”.

LOC/ REPÓRTER: O resultado urbano da Previdência Social em setembro é 7,7% maior que no mesmo mês do ano passado, setembro de 2010.

De Brasília, Rafael Toscano

Voltar para o topo