Ministro exonera Gerente-Executivo de Osasco

Publicado: 04/12/2000 18:10
Última modificação: 30/10/2014 16:59

Após dois meses de funcionamento a nova agência de Osasco ainda não se enquadrou no Programa de Melhoria do Atendimento ao segurado

De São Paulo (SP) – O Ministro da Previdência e Assistência Social, Waldeck Ornélas, exonerou hoje o Gerente-Executivo de Osasco, Roberto Dias Fernandes. O motivo do afastamento foi a não adequação da Agência de Osasco ao novo modelo de atendimento da Previdência.

Depois de dois meses de reforma, a Agência de Osasco foi reaberta ao público em outubro deste ano. No entanto, desde o início, a unidade não ofereceu os mínimos padrões de qualidade exigidos pelo Programa de Melhoria do Atendimento, o PMA. Filas fora da Agência, distribuição de senhas manuais e ausência do serviço de orientação e informação foram as principais reclamações dos segurados à Ouvidoria Geral da Previdência Social. Além disso, contrariando a filosofia do PMA, voltada para a integração dos serviços de benefício e arrecadação, em Osasco, os atendimentos continuavam separados e sem a instalação do sistema de informática adequado ao Programa.

O Ministro afirmou que não vai admitir que nas novas Agências a preocupação com os segurados fique em segundo plano. “Problemas como esse não podem ocorrer nas unidades da Previdência e atitudes que não se coadunam aos princípios do PMA têm de ser punidas”, declarou Ornélas.

Voltar para o topo