Previdência injeta mais de R$10 bi na economia do País

Publicado: 28/11/2000 15:12
Última modificação: 05/11/2014 16:55

Serão pagos 5,3 bi com o pagamento de benefícios e outros R$ 4,9 bi com o décimo terceiro

Da Redação (Brasília) – A Previdência Social injetará R$ 10,2 bilhões na economia do País em dezembro. Serão R$ 5,3 bilhões com o pagamento de benefícios e outros R$ 4,9 bilhões com o abono anual (décimo terceiro salário do aposentado e do pensionista). Esses recursos deverão chegar diretamente nas mãos de aproximadamente 19,5 milhões de pessoas, beneficiando direta e indiretamente cerca de 43,5% da população, o que corresponde a 68 milhões de brasileiros.

“Esses pagamentos servirão para dinamizar a economia neste final de ano, gerando mais empregos principalmente no setor de serviços”, afirma o secretário de Previdência Social, Vinícius Pinheiro. “Os pequenos municípios e as famílias com menor renda serão os maiores beneficiários. Os estudos mostram que quanto menor a renda das famílias, maior a importância da Previdência Social. De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), na zona rural da Região Sul a Previdência é responsável por 90% da renda das famílias que ganham entre um e dois salários mínimos”, complementa o secretário.

Da mesma forma, os estudos mostram que o valor dos benefícios pagos pela Previdência Social superam o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) em aproximadamente 3,3 mil das 5,5 mil prefeituras do País.

Os recursos do abono anual deverão ser gastos principalmente no consumo de alimentos, vestuários, viagens, além de serem utilizados para saldar dívidas.

A maioria dos beneficiários da Previdência está distribuído entre São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Juntas, essas pessoas ficarão com quase a metade do valor total: R$ 5,6 bilhões.

Abono anual – O pagamento do décimo terceiro, assim como dos outros benefícios, começa a ser feito nesta sexta-feira (1) e vai até o dia 15 de dezembro. Têm direito ao abono anual todos os segurados que recebem aposentadoria, pensão, auxílio-acidente, doença ou reclusão. Para quem teve o benefício concedido antes de janeiro, o valor é igual ao pagamento do mês de dezembro. Mas, para quem começou a receber no decorrer do ano 2000, o valor do décimo terceiro é proporcional.

Voltar para o topo